Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Folclore e Lendas Capixabas

Dom Pedro II e o Congo

Dom Pedro II e o Congo

Em sua visita à Reis Magos ou Nova Almeida no ano de 1860, Dom Pedro II foi atraído por uma banda de congo que os caboclos formavam em louvor a São Benedito

Unidos da Piedade - A 1ª Escola de Samba de Vitória

Unidos da Piedade - A 1ª Escola de Samba de Vitória

Mas precisava legalizar seu estatuto. Não podia ter somente o nome de escola, escola de samba. Escola, por quê? Escola para ensinar samba? Não, porque podia confundir coisa de gentinha do morro com as escolas oficiais

A trindade adorada por Mestre Guilherme

A trindade adorada por Mestre Guilherme

Guilherme Santos Neves era um missionário do folclore em terras do Espírito Santo

Hermógenes - Comunista e vereador mais votado

Hermógenes - Comunista e vereador mais votado

Além de atuar na seção capixaba do PCB, Hermógenes foi dirigente nacional do Partido, condição em que viajou para a União Soviética, Portugal, França e Espanha

Hermógenes - 11 anos de perseguição

Hermógenes - 11 anos de perseguição

Ele dizia pra mim e pra nós,  que ele ali, na prisão, descobriu a importância de um raio de sol. Porque a gente aqui fora tem um sol inteiro, mas quando se está preso dentro de um espaço daquele, um único raio que entra dentro do cubículo é preciosíssimo”

Hermógenes - Contador e Professor

Hermógenes - Contador e Professor

Após a formatura em Contabilidade pela Escola Superior do Comércio de Vitória, em 1944, Hermógenes pediu demissão da Western Telegraph e assumiu a nova função de contador, trabalhando para o empresário Manoel Francisco Gonçalves

Quem foi Hermógenes?

Quem foi Hermógenes?

Antes de tudo, um ser humano especial, um idealista, amado pela comunidade e sonhador com a possibilidade de um mundo mais feliz, igualitário, com oportunidades para todos.  Um homem que “astuciou” gastar a vida de muitas maneiras

Visão de Pedro Palácios

Visão de Pedro Palácios

Pedro Palácios realizou seu sonho, construindo o Templo no alto do morro. De lá, as bênçãos divinas caem em jorros sobre a Terra da Cobra Feroz...”

Festejos de Vila Velha - Por Edward Alcântara

Festejos de Vila Velha - Por Edward Alcântara

Lembro da “Lapinha” de origem pernambucana, aqui introduzida nos fins do século XIX pelo Desembargador Antonio Ferreira Coelho, grande incentivador dos festejos canela verde de então

Apreciação do livro de Dna Glorinha - Por Eurípides Queiroz do Valle

Apreciação do livro de Dna Glorinha - Por Eurípides Queiroz do Valle

"A Professora Maria da Glória de Freitas Duarte teve a delicadeza de confiar-me, ainda no original dactilografado, o estudo que empreendeu sobre o “Folc.-lore de Vila Velha”