Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Epílogo da invasão de Thomas Cavendish (8ª e última Parte)

Epílogo da invasão de Thomas Cavendish (8ª e última Parte)

Como decorrência da apreciação analítica da passagem de Cavendish pelo Brasil quinhentista, dirimir-se-ão algumas dúvidas; velhas certezas poderão ser questionadas

O Combate na Baía do Espírito Santo - Cavendish (5ª Parte)

O Combate na Baía do Espírito Santo - Cavendish (5ª Parte)

O capitão Morgan lembrou minhas palavras aos marinheiros, mas alguns “cabeças-duras” começaram a praguejar, dizendo que sempre consideraram Morgan um covarde, que fingia sofrer de diarréia, para fugir da briga, quando na verdade, se borrava de medo de tudo

Resumo da narrativa de Thomas Cavendish (6ª Parte)

Resumo da narrativa de Thomas Cavendish (6ª Parte)

"Revogaram minha licença de marinheiro. Essa nada edificante aventura pelos Mares do Sul fechou as portas do Sete Mares para mim”

Desembarque inglês na Baía do Espírito Santo (3ª Parte)

Desembarque inglês na Baía do Espírito Santo (3ª Parte)

Chegando o ano de 1592, o pirata inglês Thomas Cavendish, depois de repelido da Capitania de São Vicente, onde perdeu muita gente, reuniu-se ao navio Roebuck – comandado pelo capitão Roberto Morgan – e continuando a assolar as costas do Brasil, veio ter à Capitania do Espírito Santo

Considerações acerca do desembarque inglês na Baía de Vitória, em 1592 (2ª Parte)

Considerações acerca do desembarque inglês na Baía de Vitória, em 1592 (2ª Parte)

A escaramuça dos marujos de Thomas Cavendish não pode ser considerada como simples e inconseqüente ato de pirataria

Mapa constando o Morro do Moreno no século XVI

Mapa constando o Morro do Moreno no século XVI

Trata-se do “Roteiro de todos os sinais na costa Brasil”, autoria atribuída a Luís Teixeira (século XVI), manuscrito pertencente à Biblioteca da Ajuda, Portugal

Mapa da Capitania do Espírito Santo – Atlas Manuscrito de 1631 - Parte I

Mapa da Capitania do Espírito Santo – Atlas Manuscrito de 1631 - Parte I

Este foi o mais antigo documento que compulsamos, mas na verdade, é uma cópia do original que se encontra em poder da mapoteca do Ministério das Relações Exteriores (Biblioteca do Itamarati).

Mapa do Rio Doce e seus confluentes - Parte III

Mapa do Rio Doce e seus confluentes - Parte III

Carta Geográfica do rio Doce e seus confluentes, levantada por Antônio Silva Pontes em 1800 que foi governador da província do Espírito Santo e um ilustre astrônomo e cartógrafo do nosso país 

Varejando rio acima - Imigração Americana

Varejando rio acima - Imigração Americana

Começando a jornada pelo Rio Doce, relato de acontecimentos durante o percursso

Procissão de São Pedro

Procissão de São Pedro

Marília de Almeida Neves, viúva de Guilherme Santos Neves, e filha do engenheiro Ceciliano Albel de Almeida, primeiro prefeito de Vitória, recorda-se que, na década de 20, ia assistir à procissão marítima de São Pedro com seu pai...