Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Literatura e Crônicas

Regressos – Por Sônia Bonzi

Regressos – Por Sônia Bonzi

Em outros lugares, tudo é morno, sob controle. Nenhum excesso ou vibração delirante.

Exemplo oportuno – Por Cacau Monjardim em dez/1980

Exemplo oportuno – Por Cacau Monjardim em dez/1980

Agora se pode optar pela montanha. Ela não está mais sozinha

Quando o Penedo falava, 1927 - Por Elpídio Pimentel - Parte I

Quando o Penedo falava, 1927 - Por Elpídio Pimentel - Parte I

Glauro é um menino de 10 anos. Seu avozinho depois de esgotar o repertório das histórias de feiticeiros passou as lendas das fadas Melusina e Morgana e as proezas de Dom Quixote  

Memória da Ponte de Camburi

Memória da Ponte de Camburi

Sem dúvida era necessária a ligação entre os dois bairros, onde de um lado a Praia do Canto que muito prosperava com suas belas casas e um comércio já se renovando com lojas modernas e do outro lado a Praia de Camburi

Cachoeiro na obra do cronista Rubem Braga

Cachoeiro na obra do cronista Rubem Braga

O tão caudaloso Rio Itapemirim; o cachorro que tinha até o sobrenome Braga; os pios produzidos na Fábrica Maurílio Coelho; o quintal da casa da Rua 25 de Março, o velho pé de fruta-pão.

O nome da cidade – Por Levy Rocha

O nome da cidade – Por Levy Rocha

Sabe-se que não existe, no rio Itapemirim, no local onde se situa a "Princesa do Sul", nenhuma cachoeira

Imprensa quebra-peito - Por Levy Rocha

Imprensa quebra-peito - Por Levy Rocha

Como me enchia de admiração o trabalho quotidiano de Hélio Ramos, ajuntando e espalhando letra por letra, imprimindo sozinho, duas vezes por semana, o "Correio do Sul"

A primeira crônica de Rubem Braga – Por Levy Rocha

A primeira crônica de Rubem Braga – Por Levy Rocha

Caiu-me às mãos o número doze do jornalzinho "O Itapemirim", do Colégio Pedro Palácios, dezembro de 1926 

Duas cartas de Newton Braga – Por Levy Rocha

Duas cartas de Newton Braga – Por Levy Rocha

A segunda carta que guardo de Newton Braga, mais extensa, enchendo duas laudas, ele a datou de 30 de setembro de 56 

Newton Braga e Ribeiro Couto - Por Levy Rocha

Newton Braga e Ribeiro Couto - Por Levy Rocha

O passamento de Ribeiro Couto, em Paris, três anos atrás, avivou-me a lembrança de outro poeta, da mesma escola penumbrista, o nosso Newton Braga