Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Personalidades Capixabas

Doutor Lucilo, o Rei da Praia do Suá

Doutor Lucilo, o Rei da Praia do Suá

Entre os anos cinqüenta e sessenta, duvido que existisse alguém em Vitória que vivesse a vida mais intensamente do que ele

O Dial Capixaba – Por Maria Lúcia da Silva

O Dial Capixaba – Por Maria Lúcia da Silva

Nessa conjuntura, nasceu em Vitória a primeira emissora em freqüência modulada, a Cariacica FM, inaugurada em 1975 

Paulo Velozzo – Por Ivan Borgo

Paulo Velozzo – Por Ivan Borgo

Paulo Vellozo, além do mais, foi um grande contador de casos

Mestre Armojo – Por Eliomar Mazzoco

Mestre Armojo – Por Eliomar Mazzoco

O mito, que já encontrara pelas ruas de Vitória numas esquinas escolhidas por Deus, encontrei em algumas reuniões do PCB

Gente é para brilhar – Por Edileuza Penha de Souza

Gente é para brilhar – Por Edileuza Penha de Souza

Lembra fatos engraçados que vivenciou na Escola Alberto de Almeida, onde, junto com Fernando Tatagiba, Amylton de Almeida e tantos outros, encenou inesquecíveis peças de teatro

Carta aberta Edgar Feitosa – Por Delano Câmara

Carta aberta Edgar Feitosa – Por Delano Câmara

Recebi um convite para escrever sobre uma personalidade qualquer de Vitória

Amylton de Almeida – Por Deny Gomes

Amylton de Almeida – Por Deny Gomes

Um dia desses, alguém me disse que nunca havia lido nada seu, a não ser as críticas de cinema — o que já é muito e muito 

Maria Nilce ou o tiro que calou Vitória

Maria Nilce ou o tiro que calou Vitória

Maria Nilce foi a mais importante colunista social de Vitória. Sua coluna diária no Jornal da Cidade era lida por milhares de pessoas

Velhas Histórias Eternas – Por José Carlos Correa

Velhas Histórias Eternas – Por José Carlos Correa

Achava enormes as oficinas, onde duas linotipos eram habilmente manejadas pelo Alemão e pelo Bissinga e onde Dequinha, o paginador e tituleiro

Uma festa para Hermógenes – Por Berredo de Menezes

Uma festa para Hermógenes – Por Berredo de Menezes

Hermógenes recebe merecidamente, o galardão de presidente de honra da Comissão Espírito-santense de Folclore