Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Dom João Intimado - Por João Baptista Herkenhoff

Dom João Intimado - Por João Baptista Herkenhoff

D. João Baptista foi intimado para explicar, no batalhão do Exército, o que estava acontecendo na Arquidiocese de Vitória, onde padres pregavam um Evangelho político

Carta de doação da Ilha de Vitória aos jesuítas

Carta de doação da Ilha de Vitória aos jesuítas

Um dos trechos da carta descreve a doação de terras da Ilha de Santo Antônio, de Duarte de Lemos, para o padre Manoel de Paiva, em 1552

A Igreja e o Convento de São Francisco

A Igreja e o Convento de São Francisco

A Igreja e o Convento de São Francisco tiveram suas construções iniciadas em 1591 pelos padres Antônio dos Mártires e Antônio das Chagas

Expulsão dos Jesuítas

Expulsão dos Jesuítas

No Espírito Santo, o acontecimento teve lugar a 22 de janeiro de 1760 (data do embarque), tendo em vista a lei de 03 de setembro do ano anterior, do marquês de Pombal, decretando a medida para Portugal e colônias

A criação da Santa Casa de Misericórdia

A criação da Santa Casa de Misericórdia

Levy Rocha (Viagem de D. Pedro II ao Espírito Santo) parece endossar esta opinião, quando afirma que ela, a princípio, recebia doentes pobres e desamparados, passando depois a funcionar no Morro do Campinho

Obra dos Jesuítas no Espírito Santo

Obra dos Jesuítas no Espírito Santo

O Colégio dos Jesuítas, hoje Palácio Anchieta, é a mais antiga relíquia dessa época, nas suas linhas estruturais de alvenaria

Milagre de Anchieta em Reritiba

Milagre de Anchieta em Reritiba

Em 1590, realizava-se, em Reritiba, missa assistida pelos índios, quando se entronizou a imagem de Nossa Senhora da Assunção na Igreja ali construída

A literatura do séc. XVI: a presença de viajantes e jesuítas

A literatura do séc. XVI: a presença de viajantes e jesuítas

Foi o Padre José de Anchieta que com suas produções em português, espanhol e tupi-guarani, quem inaugurou a literatura brasileira no Espírito Santo

Expulsão dos jesuítas abre lacuna no ensino da época

Expulsão dos jesuítas abre lacuna no ensino da época

Em 1759, o Marquês de Pombal decide expulsar todos os jesuítas de Portugal e de suas colônias. O Colégio dos Jesuítas e a Igreja de São Tiago (futuro Palácio Anchieta) são abandonados pelos religiosos e passam a pertencer à Coroa

O Convento, no Alto da Penha

O Convento, no Alto da Penha

Em 1558 chegava a Vila Velha uma das figuras mais populares do início da colonização do Espírito Santo. O franciscano Pedro Palácios (1500-1570), criador do Convento da Penha. Há versões contraditórias. Uns afirmam que esse espanhol descendia de nobres, e outros que ele era tão pobre a ponto de não poder ter estudado para ser padre. Por isso, tornou-se missionário.