Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Vasco Fernandes Coutinho

Reabilitação Histórica de Vasco Fernandes Coutinho

Reabilitação Histórica de Vasco Fernandes Coutinho

Mandou V. S. dar sepultura decente aos ossos do primeiro donatário, Vasco Fernandes Coutinho, que, soterrados em uma área, ainda se conversam relíquias dele

Carta Foral a Vasco Fernandes Coutinho - de 07 de outubro de 1534

Carta Foral a Vasco Fernandes Coutinho - de 07 de outubro de 1534

Já disseram que a carta de Pero Vaz de Caminha é a certidão de nascimento do Brasil. Em relação ao Espírito Santo, podemos considerar como sua certidão, a Carta Foral do Rei Dom João III ao fidalgo Vasco Fernandes Coutinho donatário da Capitania do Espírito Santo

Vasco Fernandes Coutinho - O 1º Morador da Praia da Costa

Vasco Fernandes Coutinho - O 1º Morador da Praia da Costa

O local onde residiram os três primeiros donatários da Capitania do ES, mais tarde passou a pertencer a Família Freitas, o que vem a ser comprovado pela certidão do Arquivo Público do Estado do Espírito Santo

O Vasco do Espírito Santo - Por Francisco Aurélio Ribeiro

O Vasco do Espírito Santo - Por Francisco Aurélio Ribeiro

Portanto, Vasco Cominho chegou aqui, premeditadamente, no dia da festa de Pentecostes, para tomar posse sua capitania, a que nomeou do Espírito Santo

O 2º donatário: Vasco Fernandes Coutinho Filho

O 2º donatário: Vasco Fernandes Coutinho Filho

Vasco Fernandes Coutinho Filho propiciou um período de tranqüilidade à Capitania: novas construções de engenhos, desenvolvimento da catequese e levantamento da igreja dos jesuítas

Na travessia do Atlântico Vasco Coutinho trouxera a família?

Na travessia do Atlântico Vasco Coutinho trouxera a família?

Os historiadores Jaboatão, Brás Rubim e Basílio Daemon informam que o desembarque ocorreu nas fraldas do penhasco onde mais tarde foi construído o santuário da Penha...

Grupo Escolar Vasco Coutinho - Marco Cultural de Vila Velha

Grupo Escolar Vasco Coutinho - Marco Cultural de Vila Velha

Fundado em 1931, ainda nos primórdios do atual desenvolvimento de nossa terra, época repleta de dificuldades, cheia de obstáculos e carente de recursos, o “Vasco Coutinho” floresceu aos poucos, qual semente regada com carinho e dedicação, para alcançar nos nossos dias o apogeu de seu objetivo: oferecer o que de melhor for possível aos alunos que o freqüentam.

Vida Escolar - Grupo Escolar Vasco Coutinho - (Parte I)

Vida Escolar - Grupo Escolar Vasco Coutinho - (Parte I)

No Grupo Escolar Vasco Coutinho cada carteira acomodava confortavelmente dois alunos.Essas carteiras eram compostas de duas partes distintas: do assento, na frente, e do tampo, que servia de mesa e depósito para cadernos e livros dos alunos que se sentavam na carteira de trás, e que era localizada na parte posterior do móvel

Vida Escolar – Grupo Escolar Vasco Fernandes Coutinho (2ª Parte - final)

Vida Escolar – Grupo Escolar Vasco Fernandes Coutinho (2ª Parte - final)

Em 1931, surge o Grupo Escolar “Vasco Coutinho”, pelo Decreto n° 1.720 de 23 de outubro. O diretor de então era Flávio Moraes. Em 1932 é iniciada a construção do prédio atual da escola

A doação da ilha de Vitória - Considerações iniciais

A doação da ilha de Vitória - Considerações iniciais

A Carta Régia de 1549 sobre a doação da ilha de Santo Antônio a Duarte de Lemos por Vasco Fernandes Coutinho