Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Forte São Francisco Xavier – Por Seu Dedê

Forte São Francisco Xavier – Por Seu Dedê

No dia 23 de maio de 1535, o Capitão-mor Vasco Fernandes Coutinho desembarcou em Vila Velha e construiu uma paliçada para defesa dos ataques dos senhores destas paragens

Festas Juninas – Por Seu Dedê

Festas Juninas – Por Seu Dedê

Vila Velha comemorava as festas de Santo Antônio, São João e São Pedro, respectivamente nos dias 13, 24 e 29 de junho

A História do Morro do Moreno – Por Seu Dedê

A História do Morro do Moreno – Por Seu Dedê

O sítio natural conhecido como Morro do Moreno foi palco de vários eventos importantes da história do Espírito Santo

Pedra da Onça - Por Seu Dedê

Pedra da Onça - Por Seu Dedê

Localizada à margem esquerda do canal da Costa, braço sul. De frente ao Shopping Praia da Costa 

Abissínia – Por seu Dedê

Abissínia – Por seu Dedê

Não se diria que era um bairro. O lugar hoje é conhecido como Rua Araribóia, fica logo atrás do Cemitério Municipal

O Porquê do livro - Memória do Menino... e de sua Vila Velha

O Porquê do livro - Memória do Menino... e de sua Vila Velha

Desde cedo me interessei por história. No primário, nosso querido professor Ernani Souza, diretor do Grupo Escolar Vasco Coutinho

Entrevista com Edward DAlcantâra - Por Mônica Boiteux em 07/11/2006

Entrevista com Edward DAlcantâra - Por Mônica Boiteux em 07/11/2006

Confira a entrevista com o Sr. Edward D'Alcântara, pesquisador com o melhor acervo de fotos de Vila Velha, fundador e membro da Casa da Memória

Pedra do Cruzeiro - Seu Por Dedê

Pedra do Cruzeiro - Seu Por Dedê

Localizada no Sítio Histórico da Prainha é também conhecida como Pedra de Nossa Senhora

O Morro e a Rua do Celamim – Por Seu Dedê

O Morro e a Rua do Celamim – Por Seu Dedê

O Morro Celamim era assim chamado por que sua medida era em tantos celamins de terra, uma medida de origem árabe, trazida pelos portugueses

Barra do Jucu – Por Seu Dedê

Barra do Jucu – Por Seu Dedê

No ano de 1886, administrada pelo doutor Antônio Athayde, foram feitos os reparos, sendo a obra dividida em três lances unidos por um aterro

Leia mais artigos

Pesquisa

Facebook