Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Decreto Imperial que criou a função de Prático

Rebocador da Vale - Fonte Gazeta On-line

A história da praticagem no Brasil teve início com a Carta Régia da abertura de portos brasileiros às nações amigas, feita por Dom João VI, em janeiro de 1808.

Em conseqüência desse ato, Dom Pedro I criou, por meio de Decreto Imperial, em junho do mesmo ano, a função de Prático.

No documento, D. Pedro I institui a função e justifica: “Para que os navios das Potências Aliadas, e Amigas da Minha Coroa não encontrem risco algum na sua entrada ou saída, que haja Pilotos Práticos desta Barra, capazes, e com suficientes conhecimentos, que possam merecer a confiança dos Comandantes, ou Mestres das Embarcações, que entrarem ou saírem deste Porto”, assinalou.

No Espírito Santo, a Praticagem contratou dois historiadores da categoria de portos do Estado, trabalho que promete apresentar em breve.

 

Fonte: Jornal A GAZETA de 31/03/2006
Compilação: Walter de Aguiar Filho,agosto/2011 



GALERIA:

📷
📷


Portos do ES

Cais do Avião

Cais do Avião

Projetado pelo arquiteto Ricardo Antunes foi construído em 1939, no bairro Santo Antônio, o hidroporto que ficou popularmente conhecido em Vitória como "Cais do Avião"

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A força de tubarão

Antes de Tubarão, a indústria do Espírito Santo era pouco expressiva. Os maiores empreendimentos eram a Cofavi, a Garoto e a Braspérola

Ver Artigo
Demanda por minério fino gera construção de Paul e Tubarão

Os portos alternativos foram nascendo à medida que a movimentação de cargas ia exigindo mais espaços

Ver Artigo
Figueiredo assiste hoje à inauguração de Tubarão

A par de sua expressiva presença no cenário nacional como indutora de desenvolvimento, a usina será para nós em particular, um marco destinado a separar a história desse Estado em fases distintas

Ver Artigo
O Porto da Barra – o último suspiro da pujança econômica de Itapemirim

O trapiche da Barra foi construído por volta de 1860 pelo Barão De Itapemirim,, todo em estilo colonial, coberto por telhas vindas de Marselha, na França, com janelões e portas de pinho de riga vindos de Portugal

Ver Artigo
A história moderna do Porto de Vitória

Os primeiros estudos sobre o porto de Vitória foram feitos pelo engenheiro norte-americano Milnor Roberts, em 1879

Ver Artigo