Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

1ª Turma do Marista

O internauta José Agostini Muniz enviou para nosso site alguns nomes de quem fez parte da primeira turma do Colégio Marista de Vila Velha. Confira:

 

Da esquerda para a direita:

- Francisco Mascarenhas Barcellos (filho de Clementino de Barcellos), na primeira fila é o 3º;
- Luiz Adolpho Thiers Vellozo (filho de Antônio Gil Vellozo) é o 7º na primeira fila;
- Gilson Carvalho Machado é o 1º na segunda fila;
- Luiz Carlos Pimenta, que morava na rua D. Jorge de Menezes, na casa onde foi a 1ª escola de Vila Velha), é o 3º, na terceira fila.

Na última fila estão os pais dos alunos:

- D. Ezilda Agostini Muniz é a 1ª;
- Sr. Clementino de Barcellos é o 6º;
- O irmão Diretor, Ismael, é o 7º.

Na foto estão ainda: Alvimar Cordeiro Sena, Paulo Agostini Muniz, e Helinho, irmão de Edinho.


Escola Pública mista, na Rua Dom Jorge de Menezes, Prainha, Vila Velha. Década de 80.

Links Relacionados:


>> Gil Vellozo 
>> 
Mestre Clê

Matérias Especiais

Orgulho do ES

Orgulho do ES

Algumas coisas que você talvez não saiba sobre o Espírito Santo e que farão você sentir ainda mais orgulho do nosso estado.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Jerônimo Monteiro - Capítulo XVI

Fazia-se o desembarque de passageiros, em escaleres e lanchas pequenas que atracavam às escadas dos navios

Ver Artigo
Jerônimo Monteiro - Capítulo II

Na foto ilustrativa, o casal Francisco de Sousa Monteiro e Henriqueta Rios de Sousa, pais de Jerônimo Monteiro (fim do séc. XIX). APEES — Coleção Maria Stella de Novaes

Ver Artigo
Saudações - Fernando Antonio de Oliveira

Carta endereçada ao escritor Walter de Aguiar Filho, autor do livro "Krikati, Tio Clê e o Morro do Moreno", pelas lembranças que nos traz sobre Vila Velha de outrora e pelo alerta sobre a identidade e cultura do canela-verde. Confira!

Ver Artigo
Estudos sobre a descoberta da Província - Parte VIII (FINAL)

Cristóvão Jaques foi o único que fez reconhecimentos e assentou padrões, conforme estão de acordo todos os cronistas e historiadores, estando por isso provado ser ele o primeiro que reconheceu a costa da província do ES

Ver Artigo
Estudos sobre a descoberta da Província - Parte VII

Com a chegada e desembarque, na província do Espírito Santo, do donatário Vasco Fernandes Coutinho, a 23 de maio de 1535, temos finalizado a notícia dos navegantes que tocaram ou não nas costas desta província

Ver Artigo