Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

1625: Os Holandeses invadem o Espírito Santo

Tela: A visão dos holandeses - Autor: Benedito Calixto - Ano: 1927

A guerra do açúcar, ensejada pelo domínio espanhol em Portugal, incendiava o Nordeste brasileiro, desde 1624.

No ano seguinte, os seus reflexos bateram às portas do Espírito Santo. Uma esquadra holandesa, constituída de 28 navios, entrou na barra de Vitória sob o comando de Pieter Heyn.

Os holandeses, mal sucedidos na tentativa de um ataque à cidade de Luanda, na África, regressaram ao ponto de partida – a Bahia -, e investiram contra o Espírito Santo.

A luta foi tremenda. Jesuítas e Franciscanos deram o seu auxílio. Depois de oito dias de investidas, os holandeses derrotados se retiraram, desanimados, com muitas baixas, entre as quais o almirante Guilherme Ians e Rodrigo Pedro.

Referem-se os documentos à bravura do Frei Manuel do Espírito Santo que, “vendo-se livre de um chuveiro de pelouros, se foi ao sino da igreja-matriz que ali estava perto, e o começou a repicar publicando vitória, com que a gente se animou mais a alcançá-la”.

 

Fonte: História do Estado do Espírito Santo, 1951
Autor: José Teixeira de Oliveira 

História do ES

Divisões do Brasil colonial em repartições

Divisões do Brasil colonial em repartições

A Repartição do Sul estendera-se, efetivamente, até o ponto por onde a Capitania de Ilhéus confinava com a de Porto Seguro  

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A República - Por José Teixeira de Oliveira

Data de 1887 o primeiro clube republicano na terra capixaba, devido à iniciativa de Bernardo Horta de Araújo, Antônio Gomes Aguirre e Joaquim Pires de Amorim

Ver Artigo
A República dos Coronéis no ES

No Espírito Santo, a família Monteiro, que representava o grupo e os interesses dos cafeicultores, monopolizou o poder político de 1908 a 1930

Ver Artigo
Vitória recebe a República sem manifestação e Cachoeiro comemora

No final do século XIX, principalmente por causa da produção cafeeira, o Brasil, e o Espírito Santo, em particular, passaram por profundas transformações

Ver Artigo
A República e o esforço pela expansão do ensino

No que diz respeito ao ensino primário, houve um acentuado aumento quantitativo do número de escolas e de matrículas

Ver Artigo
Com a República, pontes, estradas, indústria e comércio

No Espírito Santo, como nas demais províncias do Império, o movimento republicano foi pequeno. Em 23 de maio de 1887, foi fundado o primeiro clube republicano do Espírito Santo

Ver Artigo