Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

61 Anos de Autonomia de Vila Velha

Busto de Saturnino Rangel Mauro

Em comemoração aos 61 anos de emancipação política de Vila Velha, a Câmara Municipal inaugurou o busto Saturnino Rangel Mauro, no dia 25 de agosto de 2008, em sessão solene presidida pelo Presidente, vereador José de Oliveira Camillo (PSDB). Na cerimônia, foram entregues 200 Medalhas de Honra ao Mérito e a Comenda Vasco Fernandes Coutinho a personalidades que prestaram relevantes serviços ao município e às suas comunidades.

Vila Velha, depois de ser anexada por duas vezes a Vitória – uma em 1930 e outra em 1943 –, restabeleceu definitivamente a autonomia política administrativa, garantindo sua liberdade através da iniciativa do então deputado Saturnino Rangel Mauro, depois de promulgada, em 26 de julho de 1947, na Constituição do Espírito Santo. 

Saturnino Rangel Mauro começou a se interessar pela política em 1931, quando passou a defender a devolução da autonomia municipal vilavelhense. Ao longo de sua carreira política, Saturnino foi vereador da Câmara de Vila Velha e deputado estadual.

A Câmara Municipal homenageou o ex-Deputado Constituinte com o Descerramento do Busto Saturnino Rangel Mauro, responsável pela inserção da Redação que tornou realidade o desejo de Vila Velha voltar a ser dona do seu destino.

Entre as autoridades que estiveram presentes estavam prefeito Max de Freitas Mauro Filho, o ex- governador Max de Freitas Mauro, o Comandante da Escola Aprendizes - Marinheiros do Estado do Espírito Santo, o Deputado Federal Neucimar Fraga, os deputados estaduais Cláudio Vereza e Hercules da Silveira, o ex-prefeito Vasco Alves, o Grão- Mestre da Grande Loja Maçônica do Espírito Santo Sérgio Giavordoli, entre outros.

Foram Homenageados com o Título de Cidadão VilaVelhense, a juíza Drª Maria Auxiliadora Freire Machado e ao desembargador Drº Sérgio Bizzotto Pessoa de Mendonça.

A Servidora Municipal Drª Kristina Meireles Pinaud, foi homenageada com a Medalha de Honra ao Mérito, a Funcionária Padrão da Câmara.

Também foram homenageados com Medalhas de Honra ao Mérito as pessoas que se destacaram em diversas áreas de atuação, conforme decreto legislativo nº 1686/08, votado no Plenário da Câmara Municipal , que o aprovou e promulgou.

Homenageados:

MEDALHA HENRIQUE MEYERFREUND – ÁREA INDUSTRIAL: JOSÉ ARNALDO PEREIRA

MEDALHA EUGÊNIO PACHECO DE QUEIROZ – ÁREA DA IMPRENSA: ADRIANA VELOSO RIBEIRO

MEDALHA HOMERO MASSENA – ÁREA DAS ARTES: SÉRGIO TORRENTE

MEDALHA ANTONIO DE ALMEIDA – ÁREA DE ESPORTES: GIOVANI SILVA (representado por sua esposa Andréia)

MEDALHA ANTENOR BRAGA – ÁREA DE COMÉRCIO: ADEMAR RIGO

MEDALHA ALCIDES TARGINO – ÁREA DA CONSTRUÇÃO CIVIL: ANTONIO CARLOS BIMBATO

MEDALHA PAULO VINHAS – ÁREA DE ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: EDUARDO ISAIAS PIGNATON

MEDALHA ELIOMAR VENANCIO DE SOUZA – ÁREA DE MEDICINA ALTERNATIVA: WALFRIDO FROSSARD

MEDALHA VALDOMIRO MARTINS FERREIRA – ÁREA DE SERVIÇOS RELIGIOSOS: PADRE HILLER STEFANON SEZINI

MEDALHA NILTON GOMES – ÁREA DE COMUNICAÇÃO: DEPUTADO REGINALDO ALMEIDA

MEDALHA NORMILIA CUNHA DOS SANTOS – ÁREA DE ASSISTENCIA SOCIAL E FILANTROPIA:QUERUBIM EXPEDITO DE FARIA

MEDALHA SATURNINO RANGEL MAURO – ÁREA DO TRABALHO COMUNITÁRIO: JOSÉ FRANCISCO BATISTA

MEDALHA DARCY RIBEIRO – ÁREA DE ANTROPOLOGIA: CLEMILDA LEITE DE PAULA

MEDALHA CARLOS LINDEMBERG – ÁREA DE SERVIÇOS PÚBLICOS: OSVALDO MIZIARA

MEDALHA VEREADOR ANTONIO LORENZUTTI- COMBATE A VIOLÊNCIA: SOLDADO MÁRCIO NOGUEIRA TELLES

MEDALHA ÁTYLA DE FREITAS LIMA – ÁREA DE DESENVOLVIMENTO, IMIGRANTES E DESCENDENTES:RICARDO JOSÉ SOBREIRA NUNES

MEDALHA JONES DOS SANTOS NEVES – ÁREA DOS SERVIÇOS BANCÁRIOS: WILMAR SILVA

MEDALHA DOMINGOS JOSÉ MARTINS – ÁREA DE SEGURANÇA PÚBLICA: DR. PAULO ANTENOR DE OLIVEIRA

MEDALHA JOSÉ OSCAR JÚNIOR – ÁREA MILITAR: AILTON GOMES

MEDALHA ALTEMAR DUTRA – ÁREA DE INTERPRETAÇÃO MUSICAL: CARLA SCHIMIDEL

MEDALHA JOÃO DE MEDEIROS CALMON – ÁREA DA CIDADANIA: CARLOMAR SILVA GOMES DE ALMEIDA

MEDALHA ERNANI DE SOUZA – ÁREA DE EDUCAÇÃO: TÂNIA AMÉLIA GUIMARÃES DE ASSIS

MEDALHA ANTONIO BEZERRA DE FARIAS – ÁREA DA SAÚDE: EDUARDO PEREIRA SOARES

MEDALHA PROFESSOR ERILDO MARTINS FILHO – ÁREA JURÍDICA: JUIZA REGINA MARIA CORREA MARTINS

MEDALHA ANTONIO BEZERRA DE FARIAS – ÁREA DA SAÚDE: DR.WAGNER LIMA DE REZENDE

MEDALHA EWERTON MONTENEGRO GUIMARÃES – ÁREA DOS DIREITOS HUMANOS: ROBERTO FERNANDES BOURGUIGNON

COMENDA VASCO FERNANDES COUTINHO - HOMENAGEM MÁXIMA DO MUNICÍPIO: AO EMINENTE GRÃO MESTRE ADJUNTO DA GRANDE LOJA MACONICA DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO, SR. AIDES BERTOLDO.

 

Fonte: Nilcileni Verbeno / Foto: Eduardo Ribeiro

Pesquisa

Facebook

Matérias Relacionadas

Prédio da Prefeitura de Vila Velha

Em 1960, o prefeito Tuffy Nader construiu moderna sede para os serviços municipais do Executivo e da Câmara

Ver Artigo
A cidade de Vila Velha

Berço da colonização Espírito Santense, foi fundada em 23 de maio de 1553, pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho, que recebeu a capitania em troca dos relevantes serviços prestados ao rei de Portugal Dom João III, no oriente...

Ver Artigo
Tuffy Nader

Tuffy Nader foi prefeito de Vila Velha entre 1959 e 1962.

Ver Artigo
Humberto de Campos

Nasceu Humberto de Campos em Miritiba, Maranhão, em 25.10.1886, filho de Joaquim Veras e Anna de Campos. Em 1910, publica seu primeiro livro de poesias, "Poeira"

Ver Artigo
A 1ª Constituição do Espírito Santo

No Brasil é a Constituição que estabelece os direitos fundamentais dos indivíduos. Constituição é a lei mais importante de um país ou de um Estado

Ver Artigo
O Dispensário da Prainha

O Dispensário São Judas Tadeu foi fundado em 1940 na Prainha em Vila Velha, ES, quando Vila Velha passava por uma situação difícil, com baixíssima arrecadação municipal, autonomia administrativa recém adquirida em 1934 - e que iria perder novamente no final de 1942, já no ano em que o Brasil declarava guerra ao Eixo.

Ver Artigo
Emancipação de Vila Velha

Vila Velha chegou a viver sob a condição de subúrbio abandonado da capital, Vitória, categoria que lhe foi imposta em novembro de 1937

Ver Artigo
Academia de Letras

A Academia de Letras Humberto de Campos, situada na Prainha em Vila Velha, foi inaugurada pela 3ª vez, no dia 26/10/2006 às 19h, sob convênio com a PMVV que patrocinou a reforma para em contrapartida lá poder funcionar o Conselho Municipal de Educação.

Ver Artigo