Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A Deus, nas asas de seus beija-flores

Augusto Ruschi e o Cacique Raoni

Ruschi sensibilizou novamente o país em 1986. Gravemente enfermo por sequelas de esquistossomose e malária, e abatido pelo veneno de sapos dendrobatas – absorvido anos antes no Amapá – Ruschi submeteu-se a um ritual indígena.

A pajelança foi feita no Parque da Cidade, na Zona Sul do Rio, em 23 de janeiro de 86. O cacique Raoni e o pajé Sapaim fizeram o ritual com plantas da Amazônia. Tragavam cigarros de folhas e jogavam fumaça espessa sobre o cientista, intercalando cantos indígenas. Massageavam o corpo de Ruschi com unguento. Minutos depois, exibiram nas mãos uma gosma, primeiro branca, depois esverdeada. Ruschi morria pouco tempo depois de cirrose hepática, com o fígado comprometido pelas doenças das florestas, e hepatite B e C. Não foi encontrado nenhum traço do veneno de sapos ou de outros animais.

Atendendo a um desejo seu, foi enterrado na Reserva Biológica de Santa Lúcia, em 5 de junho de 86, Dia Mundial do Meio Ambiente. Costumava dizer que tinha esperança de que os beija-flores o conduzissem ao reino de Deus.

 

Fonte: Jornal A GAZETA, 27/12/1999
Fonte de Pesquisa: Casa da Memória de Vila Velha
Compilação: Walter de Aguiar Filho, junho/2012



GALERIA:

📷
📷


Ecologia

Ruschi e o Príncipe Charles de Luxemburgo

Ruschi e o Príncipe Charles de Luxemburgo

Ruschi era muito bem relacionado. O então príncipe Charles, de Luxemburgo, outro amante dos colibris, tornou- se amigo do cientista por intermédio do presidente Juscelino Kubitschek

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Do coco nada se perde!

O coco é utilizado para diferentes tipos de pratos culinários, a água de coco é sempre lembrada para matar a sede, além de ser um eficiente soro hidratador, podendo ser usada como auxiliar no tratamento de doenças infantis e de organismos debilitados

Ver Artigo
Respeito ao Meio Ambiente

Aproveitando o Dia Mundial do Meio Ambiente, nós do site Morro do Moreno temos a obrigação de ajudar a divulgar algumas dicas de educação ambiental. Para ler e praticar, combinado?

Ver Artigo
Um grito ecológico em 1925

Existia nas proximidades da casa de residência do ilustre jurisconsulto Ferreira Coelho, uma belíssima árvore, que era um atestado glorioso do que foi a nossa floresta há séculos atrás 

Ver Artigo
Dia Mundial do Meio Ambiente

O meio ambiente e a ecologia passaram a ser uma preocupação em todo o mundo, em meados do século XX. Porém, foi ainda no séc. XIX que um biólogo alemão, Ernst Haeckel (1834-1919)

Ver Artigo
Biodiversidade

O pensamento ambiental moderno diz que é preciso parar de tentar dominar a natureza e passar a interagir com ela, medindo as conseqüências ambientais de nossos atos. Não mais o homem contra a natureza, mas o homem com a natureza, ao lado dela.

Ver Artigo