Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Almanaque investiga

Foto: Narcélio Monteiro e reproduções

Seria a hélice exposta no pátio do Colégio Muqui a mesma que pertencia à aeronave que fez um pouso forçado em Barra do Itapemirim, por volta de 1947? A questão inquietava o leitor Narcélio Monteiro, até que ele viu a foto da aeronave, publicada na edição de 23/10/2005, em Almanaque, e descobriu que a tal hélice pertencia ao avião que vinha da Argentina para o Rio de Janeiro e, sabe-se lá por que, foi parar em Barra do Itapemirim. Para confirmar a “descoberta”, Narcélio enviou a foto da hélice que está em Muqui. A historiadora local, Nei Rambalducci, confirma que o material pertencia ao avião acidentado em Barra do Itapemirim. O fato que povoou a imaginação de moradores, como Narcélio, até hoje rende histórias. Uma delas, se verifica ou não, entrou para o anedotário local. Conta-se que, ao sair da aerovave, o piloto argentino perguntou: “ Donde estamos? Em el Pacífico o em el Atlântico?

 

Fonte: Jornal A GAZETA de 13/11/2005 – Caderno Almanaque por Adriana Bravin
Fotos: Narcélio Monteiro e reprodução Ag
Compilação e escaner: Walter de Aguiar Filho, agosto/2011
Fonte de Pesquisa: Casa da Memória do ES 



GALERIA:

📷
📷


Curiosidades

Nas pegadas de Hartt – Por Adelpho Monjardim

Nas pegadas de Hartt – Por Adelpho Monjardim

No Penedo encontramos restos enferrujados dos grossos argolões que, há séculos passados, serviam para amarrar as correntes que trancavam a entrada do porto, estendendo-se até o Forte de São João

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Regatas de Santa Catarina

O ponto de saída do páreo era na Pedra dos Ovos e o de chegada no Cais do Santíssimo onde, bem mais tarde, se construiu o Teatro Glória

Ver Artigo
Setor Informal (1985): O mata-borrão da Economia

Este papel, que o setor informal desempenha é muito lógico, visto sua estreita relação com o resto da economia

Ver Artigo
Ossada Humana - Reportagem do Jornal O Diário, 1912

Alguns passos para o interior e uma tristonha cruz plantada no sopé da escarpa que dá acesso ao Morro do Moreno demonstrava que ali fora enterrado o fúnebre achado

Ver Artigo
Sítios arqueológicos e acervo pré-histórico no Espírito Santo

Sítios arqueológicos podem conter valiosas informações geomorfológicas, botânicas e zoológicas, notadamente os sambaquis litorâneos

Ver Artigo
Crimes e contrabandos no ES, entre 1659 e 1660

Assassinaram, com tiros de bacamarte, o capitão-mor João de Almeida Rios. O crime se deu quando a autoridade deixava o Colégio dos jesuítas

Ver Artigo