Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Ano de 1795- Por Basílio Daemon

Igreja Nossa Senhora da Assunção - Anchieta

1795. Tendo-se introduzido, pelo contato com os indígenas, o costume de só falar-se na capitania a língua dos silvícolas, viciando-se assim o idioma português, por uma ordem dimanada da Câmara Municipal da vila da Vitória, datada de 23 de maio deste ano, e outra da mesma data da vila de Nova Almeida, são proclamados bandos pelas ruas ordenando-se que só se falasse a língua portuguesa, sendo os infratores sujeitos às penas de prisão.(303)

Idem. Neste ano, por alvará de 22 de dezembro, é elevada a paróquia a igreja de Nossa Senhora da Assunção, do antigo Colégio dos Jesuítas da vila de Benevente,(304) sendo no ano seguinte instalada. Aquela vila muito havia prosperado e sua exportação tornara-se recomendável, como recomendada era a construção de navios ali feitos, já pela ótima qualidade das madeiras, já por sua segurança.

Idem. Tendo sido preso neste ano por ordem e a mandado da Câmara de Nova Almeida o escrivão e diretor Bastos, é nomeado pelo ouvidor e desembargador Manoel Batista Filgueiras, e não pelo ouvidor José Pinto Ribeiro que já tinha sido substituído pelo desembargador Filgueiras em 1792, para servir o dito lugar de escrivão Manoel Gomes de Abreu em 26 de outubro. A Câmara, sendo repreendida por um tal atentado, mandou soltar o mesmo Bastos e tornou a nomeá-lo escrivão no ano seguinte, tendo havido naquela vila conflitos por essa causa.

 

Notas

 

303 Freire, Capitania, p. 208.

304 “...e subsistindo como encomendada, teve acesso de perpétua, em virtude da providência de 22 de dezembro de 1795, por que todas as igrejas das aldeias se elevaram a essa natureza.” [Pizarro, Memórias, V, p. 87] 

 

Fonte: Província do Espírito Santo - 2ª edição, SECULT/2010
Autor: Basílio Carvalho Daemon
Compilação: Walter de Aguiar Filho, dezembro/2019

 

Igrejas

Náufragos Jesuítas, Convento de São Francisco e os Beneditinos

Náufragos Jesuítas, Convento de São Francisco e os Beneditinos

Frei Pedro Palácios não veio ao Espírito Santo enviado por seus superiores, ao que se sabe. Os franciscanos têm sua origem, em Vitória, na estima e simpatia que o ermitão da Penha granjeou entre os colonos e principalmente de Vasco Coutinho Filho e sua mulher

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Religiosidade - Um passeio pelo Centro de Vitória

Um passeio pelo Centro de Vitória dá uma dimensão da influência da religião em sua história e arquitetura

Ver Artigo
Frei Leopoldo – Por Seu Dedê

Chegou a Vila Velha nos anos 40, assumindo a freguesia da Igreja do Rosário em nome da Província Franciscana

Ver Artigo
A Páscoa de Jesus - Por Areobaldo Lellis Horta

Era no Carmo Pequeno a igreja onde se celebravam todos aqueles atos, sendo que na Matriz apenas, no decurso da Quaresma, se realizava o beija-pé, às sextas-feiras

Ver Artigo
Igrejas e Irmandades – Por Areobaldo Lellis Horta

A de Santa Luzia, ou da Senhora dos Remédios, a mais antiga da cidade, construída para o culto da mesma santa

Ver Artigo
Igreja de São Pedro - Por José Carlos Mattedi

Cansados do lugar pouco confortável e improvisado, os pescadores tomaram a iniciativa de construir um templo católico

Ver Artigo