Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Aribiri

Rio Aribiri, foto aérea

A denominação Aribiri vem do rio do mesmo nome. O rio, que é um braço de mar, tem sua foz perto do Penedo, na baía de Vitória. Ali existe um grande manguezal.

A palavra Aribiri vem da língua tupi. Para uns ela quer dizer barata pequena, devido à grande quantidade de baratinhas existentes nas pedras do rio. Para outros, significa sardinha, ou ainda peixe pequeno, que se encontravam nas águas do rio.

Aribiri começou a ser um bairro residencial graças aos bondes. Era principalmente de bonde que os seus moradores iam para Vila Velha ou para Paul, de onde passavam a Vitória.

Quando os bondes acabaram, a estrada de rodagem se tornou o principal meio de ligação entre Aribiri e as outras partes de Vila Velha. Ônibus e outros veículos motorizados passaram a ser usados pelos moradores do bairro. A estrada Jerônimo Monteiro e a avenida Carlos Lindenberg adquiriram importância crescente para Aribiri.

O bairro transformou-se. Entre a foz do rio Aribiri e o morro do Penedo foi construído um terminal portuário. Através dele importam-se e exportam-se vários produtos. Em seu cais atracam navios com até 250 metros de comprimento.

Nessa região localizam-se também o parque ecológico Espera-Maré ou parque Morro da Mantegueira.

Fonte: Vila Velha: Nosso Município
Autores: Luiz Guilherme Santos Neves/ Léa Brígida Rocha de Alvarenga Rosa/ Renato José Costa Pacheco
Vitória – 2003

LINKS RELACIONADOS:

>> Bairros da Grande Vitória
>>
 
Bonde



GALERIA:

📷
📷


Bairros e Ruas

Nova Itaparica

Nova Itaparica

Na década de 70, Nova Itaparica, em Vila Velha, fazia parte de uma grande fazenda, conhecida como Baixada Guaranhus. Foram os donos da terra que fizeram os primeiros loteamentos do bairro. A imobiliária Nova Itaparica ficou responsável pela venda dos lotes e também inspirou o nome do bairro.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Avenida Florentino Avidos (ex-rua do comércio)

A primitiva rua do Comércio, que data do século XVII, tinha começo na General Osório e ia até o cais Schmidt

Ver Artigo
Praça Costa Pereira – Por Serafim Derenzi

Em 1922, o Prefeito Dr. Pereira Lima, mudou-lhe o nome para "Praça da Independência". Não logrou popularidade. Voltou ao apelido atual

Ver Artigo
Logradouros antigos de Vitória – Por Serafim Derenzi

LARGO DA MATRIZ — hoje Catedral, com a elevação do Estado a Bispado. Praça fronteira ao templo, onde se situava pequeno cemitério

Ver Artigo
Rua Coronel Monjardim (ex-rua da Capelinha) - Por Elmo Elton

Chamou-se, a princípio, Rua da Capelinha, visto que, ali, se erguia a capela da Ordem Terceira do Carmo. Era estreito caminho que, do pé da ladeira do Convento de São Francisco,

Ver Artigo