Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Assembleia Provincial

Brasão do Império (1822-1847)

Após o Ato Adicional, o primeiro resultado prático da independência do Brasil, para as Províncias, foi indubitavelmente, a instalação das Assembleias Legislativas, eleitas pela soberania popular. No Espírito Santo o fato ocorreu no dia 1º de fevereiro de 1835. Teve pompa religiosa e cívica. Pela manhã missa votiva e sermão, provavelmente, na Igreja Santiago, pregado pelo Padre Dr. João Clímaco de Alvarenga Rangel – deputado eleito e homem de grande envergadura intelectual e política. A população capixaba fazia sua experiência democrática. Não havia, propriamente dito, partidos políticos. Havia nomes a prestigiar. A Assembleia se compunha de vinte e cinco deputados, dos quais seis sacerdotes, destacando-se, além de João Clímaco, os Padres Luiz da Silva Alves de Azambuja Suzano e Fraga Loureiro.

Indubitavelmente, constituíam a elite intelectual capixaba. Três militares, cujos serviços na vida pública os nobilitaram e lhes abriram largo crédito no conceito provincial: Coronéis José Francisco de Andrade e Almeida Monjardim, Inácio Pereira Duarte Carneiro e Sebastião Vieira Machado, fazendeiro e dono de Araçatiba.

 

Fonte: Biografia de uma Ilha, 1965
Autor: Luiz Serafim Derenzi
Compilaçâo: Walter de Aguiar Filho, outubro/2012

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Palavras que vieram da África

A influência do negro na nossa cultura foi bastante expressiva. Os hábitos e costumes africanos penetraram no nosso cotidiano

Ver Artigo
Epidemias e Ameaças - Por Serafim Derenzi

Os franceses, que ameaçaram a costa em 1551, voltaram em 1558 ao Porto de Vitória, onde dormiram 

Ver Artigo
A febre amarela no Espírito Santo em 1850

A Providência Divina vela certamente sobre a população desta Província que, sem o seu auxílio, estaria hoje extinta por falta de recursos da medicina

Ver Artigo
Varíola, cólera, fome em meados do Século XIX no ES

Já em fevereiro de 1855, um ofício do barão de Itapemirim falava em mais de mil vítimas 

Ver Artigo
Porto de Cachoeiro foi marco de crescimento

“Mas o transporte fluvial era tão importante, que a sede da colônia veio para o porto das embarcações, o Porto de Cachoeiro, que hoje é Santa Leopoldina”

Ver Artigo