Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Canal exige muita experiência

Baía de Vitória - Fonte: Carlos Botelho

Canal de acesso ao Porto de Vitória é um dos mais difíceis do País. “Pontos críticos existem na passagem sob a 3ª Ponte, na altura das ilhas das Pombas e do Urubu e em frente ao maciço do Penedo, locais estreitos e sinuosos, onde a manobra tem de ser realizada com muita atenção”, revela o comandante Victorino.

Outra característica marcante do Porto de Vitória é a pequena área de manobra, onde o prático conta com uma bacia de evolução de apenas 300 metros de diâmentro para proceder ao giro de navios de até 242 metros de comprimento.

Atividade importante, mas desconhecida

Apesar de ser uma atividade rotineira na baia, poças pessoas conhecem ou já ouviram falar da ‘praticagem’, uma divulgação que os próprios práticos não gostam de fazer: uma tradição entre eles.

Mas quem atua nos portos conhece bem a importância da categoria na movimentação e evolução dos navios que chegam ou partem do cais. Sem dia ou hora para trabalhar, esses profissionais são responsáveis por guiar os navios por rota segura e garantir que as embarcações atraquem com total segurança.

Conhecimento

O prático conhece bem as peculiaridades do porto. É o assessor do comandante durante a manobra que direciona o navio, e com ele deve ter uma relação de total cumplicidade e confiança.

A manobra de navios é um exercício de experiência e inteligência. De acordo com o tamanho e o deslocamento (peso) da embarcação, o prático precisa estar sempre ligado na reação da natureza, para decidir a manobra mais adequada para aquela determinada condição.

Os modernos equipamentos dos navios auxiliam, mas os segredos ainda estão nas mãos do prático.

No entanto, a compensação por ter uma função espinhosa dentro da atividade portuária é compensada pelos salários da categoria. Há quem diga que a praticagem detém as melhores remunerações entre todas as categorias que atuam nos portos, assunto sobre o qual os práticos também preferem guardar segredo.

 

Fonte: Jornal A GAZETA, 31/03/2006
Compilação: Walter de Aguiar Filho, agosto/2011



GALERIA:

📷
📷


Portos do ES

Construção do Porto de Vitória

Construção do Porto de Vitória

Apesar da construção do porto ter sido iniciada em 1906, suas obras só foram definitivamente concluídas em 1940, com a inauguração do Cais Comercial

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A queda do Porto de São Mateus – Por Fernando Schwab Firme

Projetos não são problemas e sim a definição de sua utilidade e sua elaboração em resposta a uma demanda efetiva

Ver Artigo
Do Espírito Santo para o mundo

O Cais de Minério guarda muitas histórias, a começar pelas designações que possui. Alguns o chamam Cais do Atalaia

Ver Artigo
O que é o Fundap?

O Fundo é um sistema peculiar de incentivos ao desenvolvimento do Estado. Não se trata de um incentivo fiscal, porque não há bonificação, redução ou favor

Ver Artigo
Corredor Centro-Leste e os indutores do desenvolvimento

O sucesso do CTCL é a disposição da Companhia Vale do Rio Doce de abrir a Estrada de Ferro Vitória a Minas a outras mercadorias que não sejam apenas o minério de ferro

Ver Artigo
Uma porta para o mar: a globalização e o comércio exterior

Os Portos Capixabas representam cerca de 35% do Produto Interno Bruto do Brasil. São eles: O Porto de Vitória, o de Tubarão, o de Praia Mole, o de Ubu, o de Barra do Riacho e o de Regência

Ver Artigo