Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Capela de Nossa Senhora das Neves

Interior da Capela de Nossa Senhora das Neves

Construída no século XIX, pelo Estado, no terreno do antigo Convento de São Francisco, para receber vítimas das epidemias que assolavam Vitória.

A Capela de Nossa Senhora das Neves serviu de capela mortuária até 1908, quando foi inaugurado o cemitério de Santo Antônio.

Antes da abertura da Rua Uruguai, o Morro de São Francisco era coberto por uma densa mata e de longe se avistava a capelinha.

Hoje, escondida atrás dos prédios, encontra-se tombada pelo Conselho Estadual de Cultura.

Até a década de 40, no dia 5 de agosto, a Irmandade de Nossa Senhora das Neves promovia a procissão de sua padroeira, cuja imagem está atualmente na Igreja de São Gonçalo.

 

Fonte: Roteiro Histórico de Vitória,2007 e Projeto Visitar
Compilação: Walter de Aguiar Filho, julho/2011

 

 

LINK RELACIONADO:

 

>> A Igreja e o Convento de São Francisco

 

 

 

 

 



GALERIA:

📷
📷


Monumentos

Patrimônio ambiental: preservação e conservação

Patrimônio ambiental: preservação e conservação

O Convento da Penha é um monumento já tombado pelo IPHAN, assim como seus portões, estradas de acesso (uma dessas calçadas com lajões, datando da época da construção do Convento), Gruta de Frei Pedro Palácios

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O Farol de Santa Luzia

O farol de Santa Luzia em Vila Velha é a construção de montagem mecânica mais antiga do Espírito Santo, ganhando em muito na antigüidade de algumas pontes das estradas de ferro

Ver Artigo
Farol de Santa Luzia – Por Elmo Elton

A 07 de setembro de 1871, a luz do farol já anunciava aos nautas, antes incertos, a segurança da aproximação do porto

Ver Artigo
Chafarizes – Por Elmo Elton

A Prefeitura Municipal de Vitória anuncia que vai restaurar o velho e desativado chafariz da esplanada da Capixaba, na atual Rua Barão de Monjardim

Ver Artigo
Patrimônio ambiental: aspectos na Grande Vitória

A necessidade de intervenção no espaço físico, social e cultural levou a Fundação Jones dos Santos Neves a elaborar o Plano de Preservação do Patrimônio Ambiental Urbano e Natural

Ver Artigo
Mestre Álvaro

Desde os primeiros tempos do século XVI, observado e utilizado por navegadores que por aqui passaram, servindo de notável sinalização para navegação 

Ver Artigo