Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Capela de Nossa Senhora das Neves

Interior da Capela de Nossa Senhora das Neves

Construída no século XIX, pelo Estado, no terreno do antigo Convento de São Francisco, para receber vítimas das epidemias que assolavam Vitória.

A Capela de Nossa Senhora das Neves serviu de capela mortuária até 1908, quando foi inaugurado o cemitério de Santo Antônio.

Antes da abertura da Rua Uruguai, o Morro de São Francisco era coberto por uma densa mata e de longe se avistava a capelinha.

Hoje, escondida atrás dos prédios, encontra-se tombada pelo Conselho Estadual de Cultura.

Até a década de 40, no dia 5 de agosto, a Irmandade de Nossa Senhora das Neves promovia a procissão de sua padroeira, cuja imagem está atualmente na Igreja de São Gonçalo.

 

Fonte: Roteiro Histórico de Vitória,2007 e Projeto Visitar
Compilação: Walter de Aguiar Filho, julho/2011

 

 

LINK RELACIONADO:

 

>> A Igreja e o Convento de São Francisco

 

 

 

 

 



GALERIA:

📷
📷


Monumentos

O Cinturão de Vitória - Por Adelpho Monjardim (1949)

O Cinturão de Vitória - Por Adelpho Monjardim (1949)

Um vale rochoso, estreito e profundo, que o mar invadiu para formar a atual Baía de Vitória, liga o maciço da ilha às montanhas do continente

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Monumento a Vasco Fernandes Coutinho (1º Donatário da Capitania)

É representado por um obelisco de granito, constituído de uma só peça inteiriça que assenta sobre quatro esferas de metal

Ver Artigo
A Manteigueira - Por José Carlos da Fonseca

Mas hoje persiste na minha memória a figura da manteigueira vista lá da curva do Saldanha como uma paisagem inapagável dos meus primeiros tempos de Vitória

Ver Artigo
Palácio das Águias é restaurado

O Palácio das Águias, localizado em Marataízes, reabriu suas portas ao público

Ver Artigo
Ano de 1766 - Por Basílio Daemon

É levantada pelo engenheiro José Antônio Caldas, por ordem do vice-rei conde de Azambuja, uma planta do Forte de São Diogo 

Ver Artigo
Ano de 1767 - Por Basílio Daemon

Levantadas por ordem do Conde de Azambuja diversas plantas e perspectivas das fortalezas e fortes da capitania pelo engenheiro José Antônio Caldas, sendo a primeira a do Forte de São João

Ver Artigo