Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Carta de fundação da vila de Guarapari

Igreja Nossa Senhora da Conceição, 1585 - Guarapari ainda distrito

Bendito e louvado seja o Santíssimo Sacramento no céu e na terra. Amém.

Registro de provisão que passa o senhor governador e donatário desta capitania, Francisco Gil de Araújo, do estabelecimento da vila, na invocação de Nossa Senhora da Conceição; fidalgo da Casa de Sua Alteza, como donatário perpétuo governador da capitania do Espírito Santo etc. Faço saber aos que esta minha carta de fundação da vila de Nossa Senhora virem, que, por parte dos moradores do distrito de Guarapari me foi apresentada uma petição em que me pediam, que conforme a minha doação e faculdade que Sua Alteza foi servido a dar-me para vilas, mandei fundar uma na barra do rio Guarapari que é navegável de navios porquanto viviam muitas léguas distantes das igrejas, em ruins passagem de rios, por esta causa morriam algumas pessoas sem confissão, padeciam grandes faltas dos sacramentos, tendo em consideração ao grande serviço que faz Deus Nosso Senhor e a Sua Alteza no aumento da capitania, houve por bem mandar levantar pelourinhos e dar termos e jurisdição, liberdade e exercício de vila, segundo foram o costume do Reino de Portugal e lhe concedo seis léguas de termo, que começaram da Ponta da Fruta para o sul, pelo que mando ao ouvidor desta capitania que na dita vila faça eleição aos juízes e vereadores que hão de servir este ano, conforme as leis do Reino, para firmeza do que, mandei passar, sobre meu sinal e selo de minhas Armas, que se guardará no Cartório da Câmara, e se registrará no livro dela para que conste da fundação da vila. — Dada na vila da Vitória e capitania do Espírito Santo, no primeiro dia do mês de janeiro. — Manoel E. Fr. Ferreira a fez. Ano do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de mil seiscentos e setenta e nove. — Francisco Gil de Araújo.

Carta da fundação da vila de Nossa Senhora da Conceição do Rio Guarapari, que Vossa Senhoria houve por bem mandar fundar, como nela se declara. — Para Vossa Senhoria ver. — Selo. — Traslado da carta de fundação. — Eu Estêvão Fr. S. Jau Silva, escrivão da Câmara desta vila de Nossa Senhora da Conceição. — Pelo donatário e governador perpétuo dessa, o senhor Francisco Gil de Araújo. Trasladei bem e fielmente do próprio original a que me reporto, em tudo e por tudo que em meu poder e Cartório da Câmara ficasse. Bem e na verdade sem causa que dúvida faça, esta como própria, corri e consertei com o oficial de Justiça abaixo assinado, que depois do conserto em fé de que me assinei do meu sinal costumado que tal é. E comigo consertei.

— Vila da Conceição, 1º de março de mil seiscentos e setenta e nove anos. — Estêvão Fr. S. Jau Silva. — Comigo escrivão da Ouvidoria Antônio de Souza Júnior. — Consertado por mim escrivão da Câmara Estêvão Fr. S. Jau Silva. Oferecido pelo sócio Basílio Carvalho Daemon.

 

Nota: 1ª edição do livro foi publicada em 1879
Fonte: Província do Espírito Santo - 2ª edição, SECULT/2010
Autor: Basílio Carvalho Daemon
Compilação: Walter de Aguiar Filho, agosto/2018

Genealogia Capixaba

Caribexaba - Por Paulo DePaula

Caribexaba - Por Paulo DePaula

Tudo começou a partir de um convite. Visitar Barbados, a ilha paradisíaca descoberta pelos portugueses, no mesmo ano que Vasco Coutinho chegou ao Espírito Santo, 1535

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Dos Emboabas ao Monte Líbano - Capítulo I

Os Monteiros distraíam-se com troças, brincadeiras simples, mormente no Carnaval e nas Aleluias, quando, na Fazenda Monte Líbano

Ver Artigo
Nobreza Capixaba

Os nobres capixabas comprovados são apenas três (barões de Aimorés, Monjardim e o terceiro de Itapemirim), havendo dúvidas quanto ao barão de Guandu e ao barão de Timbuí 

Ver Artigo
Família Aguiar

AGUIAR, OS NATIVOS DA VILA Sempre escutei de meu avô Miguel Manoel de Aguiar Junior que nossos ascendentes vieram para o Espírito Santo com os Donatários das Capitanias Hereditárias.

Ver Artigo
Árvore Genealógica Família Aguiar

Num olhar quase infinito, vemos claramente que todas as famílias vão se misturando entre si até chegarmos a origem da vida. Portanto, se não somos todos irmãos, só se Deus criou o mundo com mais de um casal além de Adão e Eva

Ver Artigo
Duarte de Lemos – (c. 1485-1558)

Duarte de Lemos, como estátua orante, na localidade da Trofa.Tal exemplar de estatuaria tumular lusitano é considerada “uma das obras mais belas e viris da nossa galeria de retratos plásticos”

Ver Artigo