Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Cesan vence último torneio

Cesan

Os quatro últimos torneios, de 1968 a 1971, mostraram novamente a força da equipe do Rio Branco no futebol da época. Os alvinegros sagraram-se tricampeões no período de 1968/1970, ficando o título da última edição com a Cesan. A empresa estatal investiu no futebol profissional em 1971, ao contratar alguns jogadores de larga experiência como Orion e Cunha, e os novatos Zezinho Bugre e Baiano, esse, cedido por empréstimo pelo Rio Branco.

Em 1968, o torneio foi disputado em 17 de março, tendo o time alvinegro ganhado a taça “A Esportiva”, dada pela Acec. No primeiro jogo, triunfou por 3 a 0 sobre o Santo Antônio, gols de Edson, Silva e Alcenir. Depois ganhou de 1 a 0 do Vitória, tendo marcado Alcenir. Finalmente, na decisão contra a Desportiva, o placar final foi de 0 a 0. Nos pênaltis, João Francisco converteu e Jorge Reis defende uma cobrança de Mateus. No ano seguinte, o bicampeonato foi fácil, com o time tendo praticamente a mesma formação. O torneio foi disputado em 2 de março e os alvinegros venceram o Atlético por 3 a 0, gols de João Francisco (2); e o Caxias por 1 a 0, gol de Silva. Com o título, o clube ganhou o troféu Arthur Del Caro Paiva.

O tricampeonato, em 1970, aconteceu com os seguintes resultados: 3 a 0 sobre o Caxias, com gols de Silva (2) e Amadeu; 3 a 0 sobre o Corintians, com tentos de Cláudio, Silva e Amadeu; 1 a 0 sobre o Atlético, gol de Eli de pênalti.

Cesan

Contando com os experientes Orion na zaga e Cunha na ponta-esquerda, e tendo ainda Baiano, então grande promessa, emprestado pelo Rio Branco, a Cesan conseguiu o título, eliminando a Desportiva por 1 a 0 no primeiro jogo. Na final, empatou em 0 a o com o Rio Branco, vencendo, na prorrogação, por 1 a 0, gol de Cunha. O time-base teve Wilson, Luiz Carlos, Orion, Manoel e Oliveira; Ildeu e Baiano; Cariacica, Altamiro, Zezinho e Cunha. O torneio foi realizado em 28 de março.

 

Fonte: Jornal A Gazeta de 15/03/2003
Pesquisa: Casa da Memória de Vila Velha
Compilação: Walter de Aguiar Filho, maio/2012



GALERIA:

📷
📷


O Esporte na História do ES

A Copa de 2006

A Copa de 2006

Lembrei-me desta história por causa da melancólica participação do Brasil na Copa do mundo de 2006. O escrete canarinho chegou à Alemanha com honras de superfavorito

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Festas, regatas, futebol e carnaval - Por Luiz Buaiz com texto de Sandra Medeiros

Em 1921, ano em que Luiz Buaiz nasceu, crescia na cidade o interesse por futebol

Ver Artigo
E viva a Desportiva! – Por Pedro Maia

A sede da Desportiva Ferroviária se situava no alto do morro, na entrada de Jardim América e o campo era um terreno no pé do mesmo morro

Ver Artigo
Remo: O Braço Forte do Esporte Capixaba - Por João Arruela Maio

Vitória em 1952, na disputa do Campeonato Continental, na raia de Valdivia, em Santiago, no Chile

Ver Artigo
Moisés, um campeão - Por Jorge Rodrigues Buery

Na final do Campeonato Brasileiro de 1995, ele era um dos botafoguenses campeões

Ver Artigo
A pesca do Marlim Azul

No Iate Clube do Espírito Santo é festa do marlim azul. O sol brilha mais forte: é o encontro de pescadores que ganharam fama mundial...

Ver Artigo