Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Cidade Saúde

Guarapari - Praia da Areia Preta

A fama de Guarapari já é nacional e internacional. Tudo porque, devido ao alto teor de radioatividade existente em toda a região, curas milagrosas tem se verificado, o que lhe valeu o nome de “Cidade Saúde”.

O saudoso cientista, médico e escritor Silva Mello é considerado o maior defensor e divulgador das maravilhas de Guarapari, através de seus estudos sobre radioatividade e sobre a região. Suas publicações, ilustradas com exemplos práticos obtidos no local, são muito acatadas e se constituem em inesgotável fonte de conhecimentos sobre o valor do que ele denominou de “maravilha da natureza e dádiva inigualável existente na superfície da terra”. A ele recorremos para transmitir estas informações.

Segundo o Dr. Silva Mello, o efeito curativo das areias deve provir de suas radioatividade, sendo por isso indicadas no reumatismo muscular e articular, especialmente nas formas crônicas; artrites de diversas etiologias, artrites deformantes; nevrites e polivevrites; nevralgias, mialgias e doenças musculares; doenças do sistema nervoso, estados de insônia, depauperamento e determinadas perturbações digestivas. E contra-indicada para os portadores de tuberculose pulmonar, câncer e anemias graves.

TRATAMENTO

O fato de se estar em Guarapari já constitui um extraordinário elemento de tratamento, uma vez que a radioatividade atua do solo e da atmosfera, tanto dentro como fora das casas e hotéis. A radioatividade existe em toda parte, e o visitante fica em contato direto e permanente com ela. O ambiente é sadio, as moléstias são raras nos nativos, e o clima é excepcional durante todo o ano.

A radioatividade como tratamento médico constitui hoje campo científico bem definido, mas é difícil explicar o mecanismo da ação da radioatividade, por que processo se opera a melhora ou a cura do doente e qual o tempo exato ou ideal de tratamento – tudo isso está ainda a exigir investigação.

Nos casos de dores reumáticas, nevrálgicas ou musculares, o tratamento é muito simples. Deve ser iniciado brandamente, deitando-se sobre areia seca e expondo-se ao sol luminoso e poderoso da região, de forma lenta e progressiva. A melhor hora de ir à praia é pela manhã, até às 10 horas, que são as mais ricas em ultravioleta. Quanto ao tempo de permanência no local, aconselha-se de 20 a 30 dias, uma ou duas vezes ao ano. Em estados mais graves, naturalmente, maior tempo.

 

Fonte: Guarapari é o seu nome (1987)
Autor: Pe. Antonio Nunez
Compilação: Walter de Aguiar Filho, dezembro/2012

Especiais

Crítica aos Donatários

Crítica aos Donatários

Tomé de Sousa visitou o Espírito Santo e não gostou do que viu. Vasco Fernandes Coutinho estava fora. Em carta ao soberano português, queixa-se da ausência de donatários e da má administração das capitanias

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Apropriação cultural: uma questão ideológica – Por Kleber Frizzera

No Brasil, as iniciativas mais concretas de preservação do patrimônio histórico que vão desembocar na criação do IPHAN, na década de 30

Ver Artigo
Medidas para a preservação de recursos naturais, 1979

Os conservacionistas e os engenheiros agrônomos ficaram alarmados com a destruição dos recursos naturais da região costeira

Ver Artigo
Indígenas, Aldeamentos e Cooperação – Por Serafim Derenzi

Não fosse a ação catequista dos missionários, os primeiros colonos e donatários teriam sido exterminados

Ver Artigo
História do Carnaval Capixaba

O primeiro desfile de escolas de samba do Espírito Santo aconteceu em 1955. Em 1992, a tradição foi interrompida, e retomada em 1998

Ver Artigo
Boletim da Educação do ES (1930) - Parte 1

Aos representantes da cultura espírito-santense e brasileira, o Dr. Attilio Vivacqua, Secretário da Instrução, endereçou a CIRCULAR N.° 20  Victoria, 1º de setembro de 1930.

Ver Artigo