Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Cine Aterac

Cine Aterac - Acervo da Família Caretta

Denominação: CINE ATERAC

 

Localização: Localizado no Bairro Ibes

Inauguração: Década de 1960

Acervo das fotos: Família Caretta

Período de funcionamento: 1965-1983.

Proprietário: Aterac - Empresa de Cinemas Ltda pertencente à família Caretta

 

História


A história do cinema no Espírito Santo começa em 1907, ano que ocorreu a primeira apresentação no Éden Cinema, de acordo com o "Jornal Official". Atualmente no local funciona o Teatro Glória. Sendo assim a primeira exibição no formato que conhecemos hoje, completou um século em 2007. 
Durante a era de ouro do cinema, principalmente nas décadas de 50 a 70, chegaram a funcionar 22 salas de exibição na Região Metropolitana da Grande Vitória. Algumas delas das famílias: Abaurre, Caretta e Rocha, que auxiliarem a exposição com documentos e fotos.

Memórias

O trabalho no resgate da história do cinema está aberto para doações de periódicos, fotos, e depoimentos pelo e-mail malverdes@gmail.com, a fim de enriquecer a exposição, que busca além de informar o público, auxiliar os estudantes nos trabalhos de pesquisa sobre o passado cinematográfico do Espírito Santo.

A mostra coordenada por André Malverdes tem apoio cultural do Arquivo Público do Espírito Santo, Associação dos Arquivistas do Estado do Espírito Santo (AARQES), Metrópolis Cineclube, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Arquivo Nacional e Rima Comunicação Estratégica.

Serviços

Informações com André Malverdes: agendamento de palestras, exposições, lançamentos e contribuições a pesquisa.
(27) 9907-5955
malverdes@gmail.com

 

Compilação: Walter de Aguiar Filho, janeiro/2012



GALERIA:

📷
📷


História do ES

Igrejas – Conventos – Edifícios públicos – Séculos XIX

Igrejas – Conventos – Edifícios públicos – Séculos XIX

Os três únicos conventos – de S. Francisco e do Carmo, em Vitória; da Penha,em Vila Velha – estavam reduzidos ao mínimo

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Invasão das minas do Castelo

Vieram, os sobreviventes, instalar-se na barra do rio Itapemirim, fazendo surgir a freguesia de N. S. do Patrocínio

Ver Artigo
Ensino público depois da segunda metade do Século XVIII

Com a saída dos jesuítas, a capitania ficou desprovida de escolas. Choveram reclamações em Lisboa

Ver Artigo
Censo e Recrutamento - Segunda metade do Século XVIII

Em 1776, a situação militar traria, novamente, ao Espírito Santo, “o Sargento-mór Engenheiro José Antonio Caldas

Ver Artigo
Correios, índios e negros na segunda metade do século XVIII

Em Vitória, irmandade dos pretos e se levantava – por iniciativa deles – a capela de N. S. do Rosário

Ver Artigo
O soldado Santo Antônio

Em 1750, foi concedido o predicamento de paróquia à igreja de N. S. do Rosário, da vila do Espírito Santo

Ver Artigo