Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Depoimentos de Anchieta sobre os índios

Padre José de Anchieta e Onça e índio

Segundo o testemunho de Anchieta, a catequese marchava a passos largos na terra capixaba. Nas aldeias de S. João e N. S. da Conceição, viviam cerca de três mil índios cristãos; em seis outras, mais distantes, entre convertidos e pagãos, contavam-se mil e quinhentos nativos. Embora os brancos se abastecessem de braços escravos naqueles centros e os próprios jesuítas utilizassem os seus pupilos nos trabalhos das suas propriedades, o tratamento dispensado por aqueles aos silvícolas humanizara-se um pouco, permitindo ao padre Anchieta escrever: “É o Espírito Santo a terra mais acomodada e aparelhada para a conversão, que há em toda a costa, por haver ainda muito gentio e não tão escandalizado dos portugueses”.(18)

São, também, do Apóstolo do Brasil estas palavras sobre os habitantes do Espírito Santo: “A gente é rica e honrada”. E mais: “a terra [é] freqüentada de três ou quatro navios que cada ano vão ali de Portugal”.(19)

 

NOTAS

(18) - Informações, 419.

(19) - ANCHIETA, Informações, 419.

 

Fonte: História do Estado do Espírito Santo, 3ª edição, Vitória (APEES) - Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – Secretaria de Cultura, 2008
Autor: José Teixeira de Oliveira
Compilação: Walter Aguiar Filho, maio/2017

Índios

Remanescentes neolíticos do índio – Por Levy Rocha

Remanescentes neolíticos do índio – Por Levy Rocha

Os cemitérios indígenas, onde outrora era relativamente fácil escavar uma urna funerária, tornaram-se extremamente raros

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O Mestre Alvo, Vila de Almeida e os índios – Por Saint-Hilaire

Em minha estada na Vila da Vitória, apresentei-me em casa do Governador da Província, ao qual fora recomendado

Ver Artigo
Há sete mil anos os índios já habitavam o Espírito Santo

Foi o que constaram pesquisas feitas nos objetos encontrados nos locais onde moraram os índios, os chamados sítios arqueológicos

Ver Artigo
Ouro, índios e quartéis na história do Rio Doce

Para impedir o contrabando de ouro era proibido navegar pelo rio Doce, por isso o progresso chegou mais tarde ao interior

Ver Artigo
Depoimentos de Anchieta sobre os índios

É o Espírito Santo a terra mais acomodada e aparelhada para a conversão, que há em toda a costa

Ver Artigo
Índios – Colonos alemães

A existência de numerosas tribos de botocudos na região atravessada pela estrada Espírito Santo-Minas era a causa principal do seu abandono 

Ver Artigo