Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Donatários e Capitães-Mores do Espírito Santo

Vasco Fernandes Coutinho, primeiro Donatário da Capitania do ES

Governantes do Espírito Santo no período Colonial:

I – Governo dos Donatários (1535 1718)

a) – Família Donatária dos Coutinhos: (1535 a 1675)

1 – Vasco Fernandes Coutinho – 1535 a 1561
Capitão-mor:
Belchior de Azevedo – 1561 a 1564

2 – Vasco Fernandes Coutinho Filho – 1564 a 1589
Luísa Grinalda – Vitória – 1589 a 1593
Capitão-mor:
Miguel de Azeredo – 1593 a 1605

3 – Francisco de Aguiar Coutinho – 1605 a 1627
Capitães-mores:
Manuel de Escobar Cabral – 1627 a 1630
Francisco Alemão de Cisneiros – 1630 a 1635
Domingos Barbosa de Araújo – 1635 a 1636
Antônio do Canto de Almeida – 1636 a 1640
João Dias Guedes – 1640 a 1643

4 – Ambrósio de Aguiar Coutinho da Câmara – 1644 a 1648
Capitão-mor:
Antônio do Canto de Almeida – 1644 a 1648

5 - Antônio Luis Gonçalves da Câmara Coutinho – 1648 a 1675
Filipa de Meneses – Mãe e Tutora
Capitães-mores:
Francisco Grizantes da Gama – 1648 a 1651
Simião de Carvalho – 1651 a 1655
João de Almeida Rios – 1656 a 1660
Dinis Lobo – 1661 a 1662
José Rabelo Leite – 1662
Dinis Lobo – 1662 a 1663
José Lopes – 1663
Brás do Couto de Aguiar – 1663 a 1664
Diogo de Seixas Barraca – 1664 a 1667
Antônio Mendes de Figueiredo – 1667 a 1671
José Gonçalves de Oliveira – 1671 a 1675

Donatários e Capitães-mores

b) – Família Donatária Araújo (1675 a 1718)

1 – Francisco Gil de Araújo – 1675 a 1685

2 – Manuel Garcia Pimentel – 1685 a 1711
Capitães-mores:
Manuel de Morais – 1682 a 1688
Manuel Peixoto da Mota – 1688 a 1689
João de Velasco e Molina – 1689 a 1694
José Pinheiro de Barbuda – 1694 a 1699
Francisco Monteiro Morais – 1699 a 1701
Francisco Ribeiro de Miranda – 1701 a 1705
Álvaro Lobo Contreiras – 1705 a 1709
Francisco de Albuquerque Teles – 1709 a 1710
Manuel Correia de Lemos – 1710 a 1716

3 – Cosme Rolim de Moura – 1711 a 1718
Capitão-mor:
João de Velasco e Molina – 1716 a 1721

II – Capitania da Coroa (1718 a 1822)

a) – Capitães-mores:
Antônio de Oliveira Madail – 1721 a 1724
Dionísio Carvalho de Abreu – 1724 a 1726
Antônio Pires Forsas – 1726 a 1731
Silvestre Cirne da Veiga – 1731 a 1740
Domingos de Morais Navarro – 1740 a 1745
Estêvão de Faria Delgado – 1745 a 1748
Martinho da Gama Pereira – 1748 a 1751
José Gomes Borges – 1751 a 1755
Duarte Fernandes Lobo – 1755 a 1758
Gonçalo da Costa Barbalho – 1758 a 1761
Anastácio Joaquim Moita Furtado – 1761 a 1768
Raimundo da Costa Vieira – 1768 a 1770
José Ramos dos Santos – 1770 a 1775
Álvaro Correia de Morais – 1775 a 1779
Anastácio Joaquim Moita Furtado – 1779 a 1781
Álvaro Correia de Morais – 1781 a 1782
Inácio João Monjardim – 1782 a 1798
Manuel Fernandes da Silveira – 1798 a 1800

b) – Governadores da Capitania do Espírito Santo subalternos ao governo da Bahia:
Antônio Pires da Silva Pontes Pais Leme e Camargo – 1800 a 1804
Manuel Vieira da Silva Tovar e Albuquerque – 1804 a 1811

c) – Governadores da Capitania do Espírito Santo independentes do Governo da Bahia:
Francisco Alberto Rubim da Fonseca e Sá Pereira – 1812 a 1819
Baltazar de Souza Botelho de Vasconcelos – 1819 a 1822

NOTA: Esta tabela de governantes do Espírito Santo do período colonial foi elaborada, em primeira mão, pelo professor João Eurípedes Franklin Leal, com base em seus estudos e pesquisas em Portugal, com a ajuda da Fundação Calouste Gulbenkian, de Lisboa.

 

Fonte: Jornal A Gazeta, A Saga do Espírito Santo – Das Caravelas ao século XXI – 20/05/1999

Pesquisa e texto: Neida Lúcia Moraes e Sebastião Pimentel

Edição e revisão: José Irmo Goring

Projeto Gráfico: Edson Maltez Heringer

Diagramação: Sebastião Vargas

Supervisão de arte: Ivan Alves

Ilustrações: Genildo Ronchi

Digitação: Joana D’Arc Cruz    

Compilação: Walter de Aguiar Filho, julho/2016


História do ES

Visita do Imperador ao ES – 1860

Visita do Imperador ao ES – 1860

SS. MM. desembarcavam ao meio-dia. A esta hora todas as autoridades civis e militares, sacerdotes, estavam no Cais das Colunas esperando SS. MM.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Palavras que vieram da África

A influência do negro na nossa cultura foi bastante expressiva. Os hábitos e costumes africanos penetraram no nosso cotidiano

Ver Artigo
Epidemias e Ameaças - Por Serafim Derenzi

Os franceses, que ameaçaram a costa em 1551, voltaram em 1558 ao Porto de Vitória, onde dormiram 

Ver Artigo
A febre amarela no Espírito Santo em 1850

A Providência Divina vela certamente sobre a população desta Província que, sem o seu auxílio, estaria hoje extinta por falta de recursos da medicina

Ver Artigo
Varíola, cólera, fome em meados do Século XIX no ES

Já em fevereiro de 1855, um ofício do barão de Itapemirim falava em mais de mil vítimas 

Ver Artigo
Porto de Cachoeiro foi marco de crescimento

“Mas o transporte fluvial era tão importante, que a sede da colônia veio para o porto das embarcações, o Porto de Cachoeiro, que hoje é Santa Leopoldina”

Ver Artigo