Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Em Viagem de Canoa - Elmo Elton

“Nisto viu o padre uns três ou quatro guarazes, que são aves como frangas de cor vermelha finíssima, postas em uma árvore, e disse-lhes pela língua, “ide chamar vossas parentas, e vinde-nos aqui fazer sombra". E logo estendendo os pescoços deram um grito, como que diziam que sim, e foram-se voando; dali a pouco espaço veio um grande bando delas, e, ajuntando-se em uma nuvem, foram fazendo sombra à canoa por obra de uma légua, enquanto a sombra foi necessária. PERO RODRIGUES, S.J, ob. Cit.

 

EM VIAGEM DE CANOA 

Vai Anchieta, em canoa, mar afora,
com alguns homens seguindo-o na viagem.
O calor é demais, não há aragem,
 e a comitiva contra o sol deplora.

Divisa o padre, à distância, nessa hora,
de um bando de guarás a ampla plumagem,
e as aves chama, enquanto dá coragem
 aos que vão, junto dele, à vila agora .

Atendem os guarás a essa voz boa,
cobrindo, com suas asas, a canoa
(o mar se bordou todo só de espumas),

e eis que a viagem, então, antes penosa,
daí por diante, segue, silenciosa,
qual sob um guarda-sol feito de plumas.

 

Autor: Elmo Elton
Fonte: Anchieta, Vitória 1984 

Matérias Especiais

Memória de Guarapari

Memória de Guarapari

O colégio-residência, onde se hospedaram os primeiros padres formados no Espírito Santo e no Brasil

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Jerônimo Monteiro - Capítulo XVI

Fazia-se o desembarque de passageiros, em escaleres e lanchas pequenas que atracavam às escadas dos navios

Ver Artigo
Jerônimo Monteiro - Capítulo II

Na foto ilustrativa, o casal Francisco de Sousa Monteiro e Henriqueta Rios de Sousa, pais de Jerônimo Monteiro (fim do séc. XIX). APEES — Coleção Maria Stella de Novaes

Ver Artigo
Saudações - Fernando Antonio de Oliveira

Carta endereçada ao escritor Walter de Aguiar Filho, autor do livro "Krikati, Tio Clê e o Morro do Moreno", pelas lembranças que nos traz sobre Vila Velha de outrora e pelo alerta sobre a identidade e cultura do canela-verde. Confira!

Ver Artigo
Estudos sobre a descoberta da Província - Parte VIII (FINAL)

Cristóvão Jaques foi o único que fez reconhecimentos e assentou padrões, conforme estão de acordo todos os cronistas e historiadores, estando por isso provado ser ele o primeiro que reconheceu a costa da província do ES

Ver Artigo
Estudos sobre a descoberta da Província - Parte VII

Com a chegada e desembarque, na província do Espírito Santo, do donatário Vasco Fernandes Coutinho, a 23 de maio de 1535, temos finalizado a notícia dos navegantes que tocaram ou não nas costas desta província

Ver Artigo