Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Entrevista do ex Interventor General João Punaro Bley (1930-1943) – Parte V

João Punaro Bley

REVISTA: General, falando em desbravamento, o senhor teve que enfrentar o problema de limite do Espírito Santo com Minas e com a Bahia.

BLEY: A questão do limite do Espírito Santo com a Bahia é a coisa mais estúpida que existe. Desde o tempo do Brasil Colônia, o limite do Espírito Santo com a Bahia era o Rio Mucury. Não sei por que cargas d’água, o governo do estado da época aceitou as ponderações do Estado da Bahia que dizia ser o limite 8 km para dentro do Espírito Santo. Então, em lugar de termos o limite natural, pelo rio, nós temos marcos de postes de cimento armado marcando a divisa.

REVISTA: E com Minas Gerais?

BLEY: O Espírito Santo teve duas questões de limite com o governo de Minas Gerais. Uma ao sul do Rio Doce, em 1914, quando o Espírito Santo perdeu dois municípios. A outra, ao norte, ficou em legítimo durante algum tempo pois a mata era virgem. A demarcação, conforme constituição, deveria ser pela Serra dos Aimorés, preenchida sua continuidade por linhas retas. Em nossas negociações de 1938, apesar de todos os esforços, não foi possível se chegar a uma solução conciliatória, pois a comissão de Minas negava a existência da Serra dos Aimorés. Foi então nomeada uma comissão do Serviço Geográfico do Exército para resolver a questão. Essa iniciou seus trabalhos em Novembro de 1941, percorrendo minuciosamente a zona limite, a fim de determinar a posição da Serra dos Aimorés, reconhecendo finalmente que o Espírito Santo tinha direito sobre a zona contestada, com exceção feita a dois pequenos trechos, representando 5% da área total. Infelizmente, a política não deixou que o Espírito Santo ganhasse. Dr. Getúlio Vargas, com quem discuti este assunto minuciosamente duas vezes, virou-se para mim e disse: "Eu não vou decidir isto, o porque não quero ser juiz entre vocês e o Valadares". Então eu respondi "Bom Presidente, o senhor pode fazer o que quiser. Pode até dizer que os limites de Minas Gerais são as dunas da costa do Espírito Santo no Município de Conceição da Barra. Pode dizer que a Serra dos Aimorés são as dunas das praias de Conceição da Barra. Mas eu não retiro nenhum destacamento do Espírito Santo. Enquanto eu for interventor do estado, o destaca-mento fica na zona que eu considero que é nossa".

REVISTA: No governo de Francisco Lacerda de Aguiar, em 1963, o Espírito Santo fez um acordo com o governo de Minas Gerais que era o Magalhães Pinto.

BLEY: E o Espírito Santo perdeu uma boa parte desse território, justamente a região mais rica. 

 

Fonte: Espírito Santo: História, realização: Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo (IHGES), ano 2016
Coleção Renato Pacheco nº 4
Autor: João Eurípedes Franklin Leal
Compilação: Walter de Aguiar Filho, fevereiro/2017

Entrevistas

Entrevista com Ainer Frasson

Entrevista com Ainer Frasson

Ainer Frasson, 87, Major reformado do Exército, morador e proprietário de área que abriga um dos maiores remanescentes de Mata Atlântica, inserida no coração da cidade em Vila Velha

Pesquisa

Facebook

Matérias Relacionadas

Entrevista do ex Interventor General João Punaro Bley (1930-1943) – Parte I

A revolução - Em 4 de Outubro de 1930, tomei conhecimento da eclosão de um levante, de grandes proporções

Ver Artigo
Entrevista do ex Interventor General João Punaro Bley (1930-1943) – Parte II

A Intervenção - Aos 30 anos de idade fui nomeado interventor do Estado do Espírito Santo

Ver Artigo
Entrevista do ex Interventor General João Punaro Bley (1930-1943) – Parte III

A Economia - Encontrei o estado em difícil situação financeira

Ver Artigo
Entrevista do ex Interventor General João Punaro Bley (1930-1943) – Parte IV

A Agricultura - O que o senhor poderia nos contar a respeito da agricultura e especialmente do café, nesse período

Ver Artigo
Entrevista do ex Interventor General João Punaro Bley (1930-1943) – Parte Final VI

Partidos Políticos – fale-nos um pouco sobre os partidos políticos do Espírito Santo no período em que o senhor lá esteve

Ver Artigo