Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Esta nossa ilha do alto

Foto de Guilherme Santos Neves sobrevoando de teco-teco o Convento da Penha em 1953

Verão. Manhã de domingo. Velha aspiração de conhecer vitória, e arredores, de avião. Desejo de praticar a fotografia aérea, iniciada há trinta anos, em nossa capital, pelo Serviço Naval, como comprovam números antigos de Vida Capichaba, e continuada por um punhado de fotógrafos, entre os quais destacamos Hugo Musso, com dois flagrantes de rara felicidade.

O teco-teco de nosso Aeroclube vai partir. Convite amável do instrutor Monteiro, e eis-nos, câmera a postos, prontos para levantar vôo.

Que dá medo, dá... Mas vale a pena.

Aqui o Convento da Penha! A primeira foto, que não publicamos, foi tirada quase dentro do templo, após uma reviravolta do aparelho, e um frio no estômago do fotógrafo. A outra aí está – o venerável Convento em toda a sua glória, guardião de nossa terra e de nossa gente.

Depois da prova do dinamismo do capixaba, e do esforço ciclópico de seu governo – Bento Ferreira e a Esplanada da Capixaba passam diante de nós rapidamente, em visão magnífica.

E o Centro da cidade aparece, a seguir, depois da curva do Forte de São João, estrangulando em sua vontade de progresso, conseguindo o que deseja, subindo talvez Nova Iorque do sul no futuro núcleo quatricentenário, agora galvanizado pelo ideal de progredir. O leitor dirá que se o fotógrafo foi feliz em sua investida pelos ares.

Mais não fez nosso enviado especial às nuvens.

Nesta altura dos trabalhos a máquina já disparava sozinha. E as chapas seguintes, frutos de um cameraman tonto, suado e trêmulo, por surrealistas, foram recusadas pelo nosso Dr. Pimenta.

E não contem mais com o GSN para fotografar esta ilha... do alto.

 

Fonte: História Popular do Convento da Penha
Autor: Guilherme Santos Neves, Vitória/2008. Ano 450, aniversário da chegada de Frei Pedro Palácios ao Espírito Santo
Nota: GSN - Iniciais de Guilherme Santos Neves
Coopilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2012 

Convento da Penha

A Capitania da Paraíba do Sul e o Convento da Penha (1698)

A Capitania da Paraíba do Sul e o Convento da Penha (1698)

No documento se comprova, embora através de uma queixa e de um testemunho, a existência e a importância do Convento da Penha em 1698 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Gruta de Frei Pedro Palácios, Oratório e Frontal do Portão - Por Seu Dedê

Na época da jurisdição do capelão Padre José Ludwin, a missa do domingo, véspera da Festa da Penha, era celebrada às nove horas em frente ao oratório

Ver Artigo
Fonte Milagrosa do Convento da Penha

Localizada no terraço inferior do Convento de Nossa Senhora da Penha

Ver Artigo
O genial Vitor Meireles no Convento da Penha no ano de 1871

Os pincéis mágicos que imortalizaram as grandes telas históricas também estiveram na Penha, manejados pelo genial Vitor Meireles

Ver Artigo
A Penha do meu tempo – Por Areobaldo Lellis Horta

Via-se a senzala, em ruínas, composta de pequeno número de casebres, quase destelhados uns, outros de paredes fendidas e atacadas pela hera

Ver Artigo
O Convento da Penha – Por Maria Stella de Novaes

Peregrino, contempla o augusto monumento  da terra capixaba. Ali, vive a rezar, em hosanas de glória, ou rudez do tormento, o coração de um povo!

Ver Artigo