Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Estréia da Orquestra Canela Verde

Foto Ilustração - Orquestra

Foi hoje, 21.8.2011 às l7h o lançamento da Orquestra Canela Verde em apresentação no Santuário do Divino Espírito Santo, com a presença de bom público.  É regida pelo Professor Carlos Roberto Berto, e originária da Igreja Batista da Glória. Fui fundada em março de 2010, composta por 30 jovens músicos e professores de Vila Velha e de Vitória. Para sua organização teve apoio da Academia de Letras Humberto de Campos, de outras entidades e de pessoas.

No lançamento apresentaram cerca de 10 arranjos e no final uma composição própria da orquestra. O Maestro fez jus à observação que para reger uma orquestra, pois gasta-se mais energia que um lenhador cortar uma árvore !

Tocaram músicas brasileiras e estrangeiras. Tocaram por exemplo “Paraíba masculina”  e outras, de Luiz Gonzaga da série Gonzaguiana por arranjo de Silvio Pereira. Outras foram: Tico tico no fubá, de Zequinha de Abreu arranjo de L.V.Rocha; Bolero de Ravel, arranjo de Bruno Santos; Concerto em Dó maior para dois violinos de Vivaldi, com Jaqueline Costa e Dayse Serafim como solistas; Sinatra in concert, de Frank Sinatra por arranjo de Jerry Novak; Brasileirinho de W.Azevedo por arranjo de Maurício Carrilho; Yesterday de Lennon/MacCartney por arranjo de Modesto Flavio e ainda Symphonic Reflections de A.L.Webber por arranjo de Bruce Chase.

Os franciscanos anfitriões, Frei Clarencio Neotti e Frei Paulo Pereira, deram todo apoio ao evento e já requisitaram apresentação para dezembro próximo. Frei Clarêncio explicou porque não procuraram saber previamente qual o repertório, já que seguem pensamento de São Francisco de Assis em que considerava que não via separação entre o profano e o sagrado, já que toda a criação de Deus é sagrada.

Foi um bom começo para Vila Velha. A orquestra tem propósito de apresentações em escolas, centros comunitários e em igrejas. Têm como repertório, clássicos, música popular brasileira, temas de filmes, e canções folclóricas. O maestro é membro da Orquestra Filarmônica do Espírito Santo, e professor da Faculdade de Música do Espírito Santo, e há mais de dezessete anos o coral da CESAN (Cia. Espírito-santense de Saneamento).

Valeu a pena. Parabéns. Acredito plenamente que essa obra será inacabável.

 

Autor : Roberto Brochado Abreu – membro da Casa da Memória de Vila Velha, agosto/2011

Vila Velha

Apicum do Poço - Edward Athayde D’Alcântara

Apicum do Poço - Edward Athayde D’Alcântara

De lagoa em lagoa a água foi se juntando até chegar a lagoa maior conhecida como Apicum do Poço, e principal braço (braço sul) do Rio da Costa

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Apicum do Poço - Edward Athayde D’Alcântara

De lagoa em lagoa a água foi se juntando até chegar a lagoa maior conhecida como Apicum do Poço, e principal braço (braço sul) do Rio da Costa

Ver Artigo
Festa da Penha – Por Edward Athayde D’Alcântara

A dispersão do povo residente em Vitória ou ao longo da linha de bondes ia até a madrugada; o bonde funcionava 24h

Ver Artigo
Antônio Francisco Athayde – Por Seu Dedê

Doutor Antônio Francisco de Athayde foi prefeito de Vila Velha no período de 1918 a 1921

Ver Artigo
Vila Velha, a Cidade, sua História – Por Seu Dedê

O geólogo canadense Charles Frederick Hart, visitou Vila Velha no ano de 1865

Ver Artigo
Toca – Por Seu Dedê

Depois de Ernesto Goggi David vinha o terreno e residência de Gil Bernardes da Silveira

Ver Artigo