Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Fábrica de Pergaminhos

Pergaminho

Muita gente acha que o pergaminho não existe mais, ou, se existe, é fabricado na Grécia ou no Oriente, onde o material teria se originado. O que poucos sabem é que existe uma fábrica de pergaminhos em plena atividade instalada em Piúma. É a Exótica, que tem como dono Pedro Antônio Augusto, um apaixonado por pergaminhos e que luta para manter viva a tradição.

"O papel dura pouco. A resistência do pergaminho é notável. Tanto que ele conserva a história por centenas, até milhares de anos, mesmo debaixo de escombros. Além disso, é muito mais bonito e seguro, porque não existe risco de falsificação".

Há onze anos no ramo, Augusto afirma que o seu trabalho é muito mais reconhecido fora do país do que no Brasil. "Somos a única fábrica da América Latina que exporta pergaminhos. Vendo muito para a Alemanha, Inglaterra, Holanda e Estados Unidos. É um produto tradicional e os outros povos prezam essa tradição. Aqui no Brasil nós ainda estamos engatinhando nessa tradição", destacou.

Para manter a fábrica, Augusto precisou diversificar o ramo de atuação. "Como o mercado de pergaminhos está em baixa, estamos também trabalhando com couro para sapatos, vestuário e outros artigos", finalizou.

Fonte: Revista Potencialidades 2009

LINKS RELACIONADOS:

>> Piúma

História do ES

Nacionalização do ensino no ES

Nacionalização do ensino no ES

Sob orientação do professor Fernando Duarte Rabelo – então secretário da Educação e Saúde – o Estado do ES iniciou uma campanha visando a nacionalizar o ensino nas zonas de colonização estrangeira

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Abolição do tráfico de escravos

A vizinhança das províncias de Minas Gerais e Rio de Janeiro tornou o litoral do Espírito Santo uma das regiões mais visitadas pelos negreiros

Ver Artigo
População e colonização no ES em meados de Século XIX

Santa Isabel ia em progresso. O presidente da província já denunciava, porém, a resistência dos colonos a que fosse ministrado o ensino de português aos seus filhos 

Ver Artigo
O Ensino e a primeira biblioteca pública do ES

Criado em 1843, só a vinte e cinco de abril de 1854 foi instalado o Liceu da Vitória

Ver Artigo
Governos melancólicos do Século XIX no ES

Os jornais espelham a vida pacata. Noticiário relativo à administração e política de aldeia

Ver Artigo
A febre amarela no Espírito Santo em 1850

A Providência Divina vela certamente sobre a população desta Província que, sem o seu auxílio, estaria hoje extinta por falta de recursos da medicina

Ver Artigo