Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

História das Palmeiras Imperiais

PalmeiraS Imperiais - Prainha, Vila Velha - ES

Família Real troxe para o Brasil a espécie mais conhecida da árvore

A Palmeira imperial, também chamada de "palmeira-máter", é a mais conhecida entre as 26 espécies exóticas do Brasil. A árvore, provavelmente, foi trazida pela família real, com a vinda de D. João VI para o Brasil. Isso, talvez, explique a origem do nome popular da Roystonea oleracea, encontrada na Praça da Bandeira, na Prainha de Vila Velha e no Convento da Penha e em outros espaços público pelo Brasil afora.

A palmeira imperial pode atingir até 30 metros de altura e sempre é encontrada em grupos, dispostas em fileiras ou coluna. "É muito raro uma palmeira imperial estar sozinha", diz a pesquisadora Isa Regina do Monte Leite. Ela informa que essa espécie é nativa do norte da Venezuela (América do Sul) ou das Antilhas (América Central), nas ilhas caribenhas. "As palmeiras são típicas dos países de climas tropical e subtropical, por isso a adaptação no Brasil foi fácil".



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

L e R - Leopoldina Railways

L e R - Leopoldina Railways

No Carnaval, lá íamos nós: eu, de baiana; ela, de cigana. A farra era jogar confete nos outros, economizar o lança perfume para durar os três dias, tirar retratos, visitar os parentes, apreciar fantasiados e mascarados na rua, ver corsos e bandas passando

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Jerônimo Monteiro - Capítulo XVI

Fazia-se o desembarque de passageiros, em escaleres e lanchas pequenas que atracavam às escadas dos navios

Ver Artigo
Jerônimo Monteiro - Capítulo II

Na foto ilustrativa, o casal Francisco de Sousa Monteiro e Henriqueta Rios de Sousa, pais de Jerônimo Monteiro (fim do séc. XIX). APEES — Coleção Maria Stella de Novaes

Ver Artigo
Saudações - Fernando Antonio de Oliveira

Carta endereçada ao escritor Walter de Aguiar Filho, autor do livro "Krikati, Tio Clê e o Morro do Moreno", pelas lembranças que nos traz sobre Vila Velha de outrora e pelo alerta sobre a identidade e cultura do canela-verde. Confira!

Ver Artigo
Estudos sobre a descoberta da Província - Parte VIII (FINAL)

Cristóvão Jaques foi o único que fez reconhecimentos e assentou padrões, conforme estão de acordo todos os cronistas e historiadores, estando por isso provado ser ele o primeiro que reconheceu a costa da província do ES

Ver Artigo
Estudos sobre a descoberta da Província - Parte VII

Com a chegada e desembarque, na província do Espírito Santo, do donatário Vasco Fernandes Coutinho, a 23 de maio de 1535, temos finalizado a notícia dos navegantes que tocaram ou não nas costas desta província

Ver Artigo