Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Homenagem aos Imigrantes no ES

Imigrantes festejando a conclusão da Igreja São Marcos em Santa Teresa - A foto é da ante-capa do livro: Santa Teresa - Viagem no Tempo 1873/2008 de Sandra Gasparini

Nova Europa?

O emigrante frequentemente idealiza o lugar para onde se dirige. Ao mesmo tempo, é natural que preserve os valores e a cultura de seus antepassados. Deseja, na verdade, que a nova terra seja uma cópia da que deixou para trás, mas sem as imperfeições que o fizeram abandoná-la. Se não fosse assim, por que batizaria sua nova aldeia e vila com o mesmo nome do lugar de origem? Aqui, no Espírito Santo, encontramos uma Nova Leocádia (em Nova Venécia), uma Nova Lombardia (em Santa Tereza), uma Nova Verona (em São Mateus), uma Nova Trento (em Aracruz), uma Germânia (hoje, Domingos Martins) e três povoados, na atual Santa Leopoldina, chamados Tirol, Luxemburgo e Holanda.

Quem melhor compreendeu a angústia vivida pelos imigrantes foi o filho de um deles, o capixaba Luiz Serafim Derenzi, que escreveu: “Emigrar é um sacrifício supremo: abandonar seus familiares, seus amigos, seus amores, (...). Trocar sua língua e seus hábitos ancestrais. Compete à nossa geração reverenciar aqueles heróicos aventureiros, que se despediram de sua pátria em busca da felicidade, enfrentando a imprevisibilidade do destino e as vicissitudes surpreendentes do desconhecido.”

N.R.: Nós, do Site Morro do Moreno, que nos dedicamos a recuperar a história capixaba, agradecemos a todos os povos que contribuem com nossa cultura. Confira todas as matérias sobre Imigração no ES nos links abaixo.

 

Fonte: Uma Abordagem Didática e Atualizada 1535-2002 
Autor: JOSÉ P. SCHAYDER
Compilação: Walter de Aguiar Filho, novembro/2013

 

 

LINKS RELACIONADOS:

 Imigração no ES
 Imigrantes Libaneses 
 Pomeranos
 Poloneses no ES
 Imigrantes Holandeses 
 Luxemburgueses
 A presença dos belgas no ES 
 Tiroleses 
 Núcleo de norte-americanos no ES  

História do ES

A Província no Império

A Província no Império

Percorreu o Espírito Santo e, consequentemente, sua Capital, anos obscuros até o início da República

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

No tempo do Hidrolitol - Por Sérgio Figueira Sarkis

Dentro da Confeitaria Colombo, encontrava-se a charutaria dos Benezath

Ver Artigo
Festival de Verão de Guarapari Janeiro 1971

A ideia tinha partido de dois jornalistas, Antônio Alaerte e Rubens Gomes Filho

Ver Artigo
A Fundação de Vitória

Aquela provisão lança por terra a tradição de que foi o triunfo alcançado pelos ilhéus a 08/09/1551 que deu nome a Vitória

Ver Artigo
A Imigração no Espírito Santo – Por João Eurípedes Franklin Leal

A entrada de imigrantes europeus representou a maior transformação social e econômica que o Espírito Santo passou

Ver Artigo
Mané Cocô - Por Elmo Elton

Foi construído um reservatório que passou a servir, ao palácio, repartições públicas e residências particulares dos abastados

Ver Artigo