Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Instituto do Bem-Estar- Social – Ibes

Bairro Ibes logo depois que ficou pronto. A foto é de Antônio Carlos

O conjunto habitacional deveria ser denominado Núcleo Alda dos Santos Neves. Mas hoje é conhecido como Ibes, batizando com este nome todo o bairro ao seu redor, no Município de Vila Velha. Está localizado próximo às margens da Avenida Carlos Lindenberg.

Foi construído para abrigar funcionários do Estado, com imóveis financiados pelo Instituto de Aposentadoria e Pensões Jerônimo Monteiro, o IPAJM. Hoje, é um dos núcleos de moradia daquela cidade, possuindo excelente comércio, capaz de atender as demandas dos moradores.

Abriga também a Mocidade Unida de Glória, ou MUG, escola se samba campeã por várias vezes do Carnaval de Vitória. Após alguns anos de sua ocupação, já bem estruturado, com linha de transporte coletivo própria, correram à boca miúda comentários a respeito de casos de adultério na região.

Havia até notícias veiculadas nas páginas policiais dos jornais locais a respeito do assunto. Como conhecemos nosso povo bastante bem, o tema era motivo de anedotas e causos dos mais engraçados para a época.

Nos cinemas, quando os cinejornais locais mostravam um coletivo com letreiro IBES, a sala de projeção como que vinha abaixo, tomada de mugidos de bois. Contavam, à época, diversas histórias a respeito do assunto.

Dentre muitas, escolhi duas que acho perfeitas pela sua criatividade. Uma é que o trocador do ônibus que atendia o Ibes, quando ia recolher as fichas, pedia: "Cadê a chifrinha?" E o carro mais popular por lá era o Aero-Ibes, com traição nas quatro rodas.

Êta povo maldoso!

 

Fonte: No tempo do Hidrolitrol – 2014
Autor: Sérgio Figueira Sarkis
Compilação: Walter de Aguiar Filho, março/2019

Literatura e Crônicas

Otinho - Por Elmo Elton

Otinho - Por Elmo Elton

Quando mais moço, dançava, sob aplausos, já que sempre arrodeado de curiosos, a "dança do laço"

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Jogos de botões pelas calçadas... Por Marien Calixte

"Jogos de botões pelas calçadas, eu era feliz e não sabia..."

Ver Artigo
Vitória, cidade bendita pelo sol de cada dia!

O Cruzeiro se podia subir mais fácil pelo nosso imenso quintal, e, eu estudava muitas vezes, lá em cima, pois tinha maior concentração

Ver Artigo
Juiz de Fora - João Bonino Moreira

Estávamos em 1947 e eu, deslumbrando-me com férias cariocas, fui assistir a um jogo de futebol no Estádio do Vasco

Ver Artigo
O Grande Jogo - Hércules Dutra de Campos Filho

Aos dez minutos, 1 a 1, aos quatorze, 2 a 1, aos vinte e cinco, 3 a 1, aos quarenta já ganhávamos por 6 a 2

Ver Artigo
Do campus, minhas lembranças em formol - Poe Anne Mahin

Fiquei para assistir à dissecação do cachorro, que, depois de ter os órgãos retirados e analisados, acabou com a carcaça numa caçamba de lixo

Ver Artigo