Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Lembranças do internauta

Ponta da Fruta, anos 50

Sou neto do falecido Alfeu Coutinho. Sobrevivia de apanhar madeira na Ponta da Fruta e vender na sua casa na R. São Luiz em Aribiri. O pai do Guilherme, o sr. Vitorino Rauta o conheceu. Constantemente estava por aquelas bandas, numa casa de estuque do meu avô, já demolida. Não tinha luz, ônibus e nem água encanada. Era vela ou lamparina e poço. Só existiam três comércios: do Zé Brasilício, D. Judite-mãe do Jorge Goes-ex-presidente do Tribunal de Justica e do Sampaio.

A lagoa era usada para banho de limpeza corporal e lavar roupa. A carona para ida e vinda era fornecida pelo EUSÉBIO, motorista da prefeitura de Vila Velha, e eterno técnico de futebol, numa caçamba. Joguei vários anos pelo Atlântico F.C, mesmo tendo de me deslocar de PAUL. Estas lembranças me vieram há mente com a foto da Igreja da Ponta da Fruta. Incluir há ponte Madalena, Barramar,etc. Apanhava o bonde em Paul e soltava em frente há Praça D.Caxias e seguia para o Colégio Marista. Estudei lá, ano de 1958.

Fui do tempo do Albuíno ex-governador e Ivanovitch, goleiro do Atlético. Maurinho, João Manoel, Domicio, Julio Prates (foi da minha sala) Chicô,todos médicos.

Servindo o Exército soltava defronte ao BC. Tomei muito banho na prainha em frente a entrada antiga do Convento. O CABEÇÃO ainda vive em Atayde. Quantas recordações. Enviei para muitos/as pessoas.

Encerro citando Ataulfo Alves: "Eu daria tudo que tivesse, prá voltar aos dias de criança, eu não sei prá que que a gente cresce, se não sai da mente esta lembrança". Mostrei para meus filhos/as e esposa as fotos. Infelizmente não sei se a nova geração conseguirá ter uma coisa que tivemos: SEGURANÇA. Andavamos a qualquer hora do dia ou da noite por nossa linda cidade e ninguém era assaltado ou morto.

Desculpem se tomei o precioso tempo de vocês, mas não suportei e tive que escrever estas singelas palavras.

Por: Nilo walter - Itapuã

 

LINKS RELACIONADOS:

>>  Memórias de um canela-verde
>>  Sessão Nostalgia... 
>> Reminiscências
>>
 
A última lancha da noite
>> O acordeom de Edson Quintaes 
>> Entrevista com Cabeção 



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

Cai avião no Exército

Cai avião no Exército

O serviço de vigilância no Morro do Moreno (posto semafórico) e na Pedra do Atalaia era feito das cinco às dezessete horas, diariamente

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Deputados capixabas nas duas constituintes imperiais

Em 1823, tomou assento na Assembléia Constituinte brasileira, como representante capixaba, o Dr. Manuel Pinto Ribeiro Pereira de Sampaio, membro do Supremo Tribunal de Justiça, era nascido em Vitória

Ver Artigo
Zé Pretinho

Fica ali, exatamente na esquina da Aleixo Neto com a José Teixeira. Do lado de Santa Lúcia. Não tem placa que o identifique. Mas há quarenta anos toda a redondeza cohece o Zé Pretinho

Ver Artigo
E por falar em saudade

Tenho saudades do torrone, da Garoto, um tablete de docinho recoberto de chocolate e com recheio pastoso de castanha, amêndoa ou amendoim, já não me lembro mais. Só sei que era uma delícia e que guardava todas as minhas pequenas economias para comer um a casa quinze dias. Era a época do leite-mel, da pastilha forte, da groselha, do sorvete de coco verde do Michel, guloseimas,...

Ver Artigo
Origem do Carnaval no Brasil

Fomos influenciados inicialmente pelos portugueses da Ilha da Madeira, Açores e Cabo Verde, que trouxeram a brincadeira de loucas correrias. No Brasil, com a criação dos Trios Elétricos pelos baianos, uma nova caracteristica de carnaval se disseminou

Ver Artigo
A âncora da Prainha

A âncora da Praça Tamandaré que fica localizada em frente ao Fórum e a Casa da Memória na Prainha, em Vila Velha, foi presenteada pela Marinha ao município de Vila Velha

Ver Artigo