Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Lista de eleitores de Vila Velha

Urna Eleitoral de 1893

Lista de eleitores de Vila Velha em 1889, no finalzinho do tempo do Império:

1. Antonio Pereira da Costa 
2. Antonio Pinto Pestana
3. Antonio Pinto Martins
4. Benedicto Jose da Silva
5. Candido de Almeida Falcão e Silva
6. Firmino Almeida e Silva
7. Henrique Alves de Cerqueira Lima (dr.)
8. Henrique Gonçalves Laranja 
9. Ignácio Pereira Duarte Carneiro
10. Ignácio Martins de Jesus Leal
11. João Clímaco de Alvarenga Rangel 
12. João Marcellino Pinto 
13. João Pereira da Costa
14. José Joaquim da Rocha Pimentel 
15. José Pinto de Queiroz
16. José Pinto de Quiroz Jr.
17. Joaquim Barbosa Quitiba
18. Joaquim da Cunha Vieira Mascarenhas
19. Joaquim Rodrigues Pereira de Freitas 
20. Jeronymo Pereira de Barcellos
21. José Gonçalves Rodrigues Jr 
22. Luiz Antonio Balla
23. Luiz Pinto de Queiroz
24. Manoel Cardoso Rangel
25. Manoel Francisco Duarte Lima
26. Manoel Ferreira Coutinho 
27. Manoel Hypolito de Miranda 
28. Manoel Nunes Pereira Brandão 
29. Manoel Pinto Carneiro
30. Manoel Pinto da Rocha Coutinho
31. Manoel Ribeiro Coutinho Mascarenhas
32. Pedro de Sant Anna Lopes

Eles eram apenas trinta e dois pelo fato de que no tempo do Império além de só votarem homens, entre eles também somente os que eram proprietários de alguma coisa valiosa. Além disso Vila Velha tinha pouquíssima população, existindo na época o que é hoje parte da Prainha, e o início dos bairros da Glória, Aribiri, Paul e Argolas. O “bairro” de Inhoá existia na época, e depois foi desmantelado para ali surgir a EAMES.

Outro fato que implicava na reduzida população se dava por um encadeamento de motivos: a maior parte do território era alagadiço (como ainda é hoje), com baixíssima capacidade de produção agrícola e pecuária com a tecnologia da época, que provocava existir poucos proprietários de terra que seriam os eleitores daquele tempo conforme a Constituição do Império.

É curioso que por influência da antiga colonização portuguesa predomina prenomes como Antonio, João , José, Joaquim e Manoel. E no meio deles há dois Coutinho que podem ser descendentes do primeiro Donatário Vasco Fernandes Coutinho.

 

Fonte: Almanak de Godofredo Silveira, de 1889.
Autor: Roberto Brochado Abreu – membro da Casa da Memória de Vila Velha
Compilação: Walter de Aguiar Filho, julho/2012 

Editor Roberto Abreu

Garoto na memória

Garoto na memória

No século XVIII por conta dos enciclopedistas que eram a internet da época, o estudo das plantas era o que estava na moda, pois era algo que estava mais à mão mesmo na Europa. No século seguinte, a coisa foi caminhando para o estudo dos animais, dos indígenas e para a arqueologia (escavações, etc...). Então no final do século XIX e início do século XX, vários estudiosos vieram para o Brasil, e passaram até pelo Espírito Santo para estudarem os índios que ainda existiam...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A origem do calendário da Festa da Penha - Por Roberto Abreu

Como o calendário da Igreja obedece o ciclo lunar, o calendário civil vinha dando uma discrepância na marcação das datas das festas de suma importância, como por exemplo:a Festa da Páscoa

Ver Artigo
Luiza Grinalda

Luiza Grinalda foi viúva de Vasco Fernandes Coutinho Filho, e por conta disso é homenageada com nome de rua que começa na Prainha de Vila Velha, ladeando o morro do Convento e vai até a atual Av. Champagnat

Ver Artigo
A Praça Duque de Caxias de Vila Velha

Pela planta cadastral de Vila Velha, feita pelo engenheiro Antonio Francisco de Athayde em 1894, vemos que ali era demarcada a praça Vasco Coutinho, cerca de 1/3 maior do que a atual

Ver Artigo
O carnavalesco Zezinho do Garrido

O carnavalesco Zezinho, humilde trabalhador braçal, já meio careca, calçou os “pé de anjo”, vestiu a calça branca de brim barato e a camisa de meia vermelha, saiu do barraco pobre, fechou a porta e foi pegar o bonde no ponto do Garrido

Ver Artigo
Lista de eleitores de Vila Velha

Lista de eleitores de Vila Velha 

Ver Artigo