Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Macrocefalia - Um fenômeno metropolitano

Crescimento de Vitória preocupa os técnicos da Universidade

Embora seja uma das menores capitais brasileiras, com 258 mil habitantes, Vitória preocupa por estar ilhada no centro de uma região com 1,1 milhões de habitantes.

A concentração de mais de 40% da população capixaba em apenas cinco municípios é uma aberração semelhante a outros conglomerados metropolitanos do Brasil e do mundo. Entretanto, os técnicos começam a falar de um fenômeno pior. É a macrocefalia, em que o crescimento exagerado da região metropolitana provoca o esvaziamento do interior, roubando funções naturais de cidades-pólo como Cachoeiro, Colatina, Linhares e São Mateus.

Para evitar que a macrocefalia da Grande Vitória se transforme em doença grave, a única saída é uma ação vigorosa do poder público estadual. Se não for criada uma política em favor da desconcentração econômica existente na região metropolitana, a tendência é crescer a pobreza no interior.

Um grupo de técnicos da Ufes que estuda uma proposta de descentralização econômica no Espírito Santo já concluiu que é indispensável uma ação do poder público para evitar que, a partir de agora, o Corredor de Transportes Centro-Leste atua naturalmente como um ímã, puxando investimentos para a região metropolitana de Vitória.

A concentração de investimento

Mais da metade dos projetos industriais financiados pelo Bandes está na Grande Vitória. Em 1991, dos 65,9 milhões de dólares aplicados em indústrias, 50,24% estavam localizados na região metropolitana. Em 1990, para investimentos de 23,3 milhões de  dólares, 68% estavam na Grande Vitória. Prova de que há uma tendência natural de concentração econômica em torno da capital, com o esvaziamento conseqüente dos centros do interior.

 

Fonte: A Gazeta - Documento Estado, 26/10/1992
Compilação: Walter de Aguiar Filho, março/2015

Portos do ES

Pequena suíte para Vitória-Porto em cinco movimentos

Pequena suíte para Vitória-Porto em cinco movimentos

Quando Vasco Fernandes Coutinho desembarcou em vila velha no dia 23 de maio de 1535

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Pequena suíte para Vitória-Porto em cinco movimentos

Quando Vasco Fernandes Coutinho desembarcou em vila velha no dia 23 de maio de 1535

Ver Artigo
A história moderna do Porto de Vitória

Os primeiros estudos sobre o porto de Vitória foram feitos pelo engenheiro norte-americano Milnor Roberts, em 1879

Ver Artigo
Construção do Porto de Vitória

Apesar da construção do porto ter sido iniciada em 1906, suas obras só foram definitivamente concluídas em 1940, com a inauguração do Cais Comercial

Ver Artigo
A História do Porto de Vitória

A cidade cresceu e passou a ter uma paisagem inédita: os grandes navios que “passeiam” na avenida.

Ver Artigo
A criação da Vale - Parte III (História da Vale)

A CVRD seria constituída como uma sociedade anônima, de economia mista, com capital inicial de 200 mil contos de réis. Sua diretoria seria composta por cinco membros: um presidente e dois diretores de nacionalidade brasileira e mais dois diretores norte-americanos

Ver Artigo