Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Movimentos Religiosos ou Caritas Nunquam Excedit

Caritas Nunquam Excedit

Algum tempo atrás fiz amizade com um velho professor, que terminou seus dias em confortável casa na Praia da Costa assistido por familiares. Depois dele morto, e por especial deferência de contraparentes comuns, tive acesso a anotações suas que considero um tipo de poema em prosa. Desse caderno, que está a merecer publicação esmerada, extraí estas palavras:

"Peço sua mercê para contar a Misericórdia. Havia uma Casa. Santa mil vezes Santa. E praticava a Caridade. Segunda do Brasil. Mais antiga só a de Santos.

Misericórdia

Mercedes

Mercês

Mercy

Merci

Começa em Vila Velha. Em Vitória continua. Vitória contínua.

Irmandade católica. De maçons depois.

Umas histórias são remorsos — Outras são celebrações — mesmo in pectore.

— S.C.Misericórdia — irmãs Vicentinas esvoaçantes anjos da guarda. 'Serviam o chá da meia noite', o povo contava. Eutanásia antiga? Metabolismo mais baixo, mais óbitos noturnos? (...).

— Movimentos caritativos católicos — acompanham a transição do povo colonial e súdito para o das massas cidadãs no século XX.

ondas são são ondas

de caridade

são ondas ondas são

de caridade

são movimentos sísmicos

brotam do chão

sem se fazer esperar

derrubam tudo

tudo constróem

vão junto com o povo

salvar o povo do povo

constatar

só o povo salva o povo.

 Arcebispo D. João, príncipe da Igreja.

D. João plebeu do ecúmeno capixaba.

— Procissões, irmandades religiosas.

— Por que tantas igrejas em Ouro Preto e Salvador, perguntam meus alunos, e lhes respondo perguntando: por que tantos clubes de futebol e os IAPETC, IAPI, IAPFESP, Ipase etc? São os mesmos cuidados na vida e na morte, naquele tempo e nos de agora, sempre exigências da vida. Os vivos têm sempre razão. (...)

— A caridade espírita — espalhada em muitos lugares, amparando crianças e velhos. Eles sabem que os espíritos podem esperar, mas a carne nem sempre. Centros espíritas usando o espírito dos mortos para consolar o espírito dos vivos. Canabibi em Fradinhos. Fé, Esperança e Caridade Santa Cruz no Horto Agrícola — onde se ouvem bonitas rezas e exortações: Salve Jesus! Salve umbanda iluminada! Salve todos os caboclos! Salve Jesuuuuussss! (...)

— O líder da Comunidade Batista de Vitória, mister Loren Reno e Arnulpho Mattos, católico fervoroso, se davam bem, bem antes do Concílio Vaticano II. (...)"

 

Escritos de Vitória – Uma publicação da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Vitória-ES, 1996
Prefeito Municipal: Paulo Hartung
Secretária Municipal de Cultura e Turismo: Silvia Helena Selvátici
Sub-secretário Municipal de Cultura e Turismo: Rômulo Musiello Filho
Diretor do Departamento de Cultura: Rogério Borges de Oliveira
Diretoria do Departamento de Turismo: Rosemary Bebber Grigatto
Chefe da Biblioteca Adelpho Poli Monjardim: Lígia Maria Mello Nagato
Bibliotecárias: Elizete Terezinha Caser Rocha
Lourdes Badke Ferreira
Conselho Editorial: Álvaro José Silva, José Valporto Tatagiba, Maria Helena Hees Alves, Renato Pacheco
Revisão: Reinaldo Santos Neves, Miguel Marvilla
Capa: Vitória Propaganda
Editoração Eletrônica: Edson Maltez Heringer
Impressão: Gráfica e Encadernadora Sodré

 

Fonte: Escritos de Vitória, nº 16 Movimentos Sociais, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – PMV, 1996
Texto: Fernando Achiamé
Compilação: Walter de Aguiar Filho, agosto/2018

Escritores Capixabas

Annete: Uma patrona de honra

Annete: Uma patrona de honra

Era agosto... ano de 1949, a Academia Espírito-santense de Letras criava a AFESL – Academia Feminina Espírito-santense de Letras, visto o espírito machista que reinava na época impedindo o ingresso de mulheres na mesma. Assim, junto com a “Academia das Mulheres” figura Anna de Castro Mattos, pseudônimo – Annete

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O erotismo ou a escritura da paixão em Paulo Roberto Sodré

Revela um erotismo latente que se transforma em "escritura da paixão", inscrição do corpo e do desejo homoerótico transformado em criação literária e poética

Ver Artigo
Afonso Cláudio e a Cultura Histórica - Por Gabriel Bittencourt

Nascido aos 2 de agosto de 1859, no atual município de Santa Leopoldina, Afonso Cláudio, que se destacara pelas lutas abolicionista e republicana, foi escolhido primeiro governador do Espírito Santo

Ver Artigo
O Príncipe dos Poetas Capixabas - Por Gabriel Bittencourt

Elmo jamais gostou deste título, mas merecidamente outorgaram-lhe os trovadores capixabas

Ver Artigo
A união das mulheres. Os anos 40 – Por Francisco Aurélio Ribeiro

Orminda Escobar Gomes, que viria a ser premiada, em 1951, pela obra Lendas e milagres no Estado do Espírito Santo

Ver Artigo