Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Censo de 1920

O Recenseamento Geral da República, processado a primeiro de setembro de 1920, acusou no Estado 457.328 habitantes, dos quais 159.986 com profissões definidas.(44)

O quadro seguinte permite uma visão de conjunto da distribuição dos 20.941 estabelecimentos rurais recenseados, segundo a nacionalidade dos proprietários:

(Ver foto abaixo do texto).

 Dos trinta e um municípios em que se dividia o Estado, Cachoeiro de Itapemirim e Linhares contavam com o maior número de estabelecimentos rurais: 1.920 e 1.732, respectivamente.

A cultura principal do Estado era o café, de que existiam 114.583.853 pés.

A pecuária apresentava índices expressivos, resumidos no quadro abaixo:

GADO                           UNIDADES

Bovino                           152 890

Eqüino                           43 476

Asinino e muar              27 910

Ovino                             10 284

Caprino                          18 024

Suíno                             339 970

Onze usinas elétricas, totalizando 7.534 HP de potência, proporcionavam iluminação e força às principais cidades, enquanto outras ainda se valiam do querosene.

O orçamento destacava 17:434$000 para as despesas com a instrução pública, e o Estado dispunha de 365 estabelecimentos de ensino para atender a uma população escolar de 16.229 alunos.

 

NOTAS

(44) Ver imagem logo abaixo.

 

Fonte: História do Estado do Espírito Santo, 3ª edição, Vitória (APEES) - Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – Secretaria de Cultura, 2008
Autor: José Teixeira de Oliveira
Compilação: Walter Aguiar Filho, setembro/2017



GALERIA:

📷
📷


História do ES

Meios de condução, estradas e canais – Século XIX

Meios de condução, estradas e canais – Século XIX

Para pequenas cargas, viagens terrestres e transporte individual, as bestas e cavalos não tinham concorrentes

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A Fundação de Vitória

Aquela provisão lança por terra a tradição de que foi o triunfo alcançado pelos ilhéus a 08/09/1551 que deu nome a Vitória

Ver Artigo
Por que Morro do Moreno?

Desde o início da colonização do Espírito Santo, o Morro do Moreno funcionava como posto de observação assegurando a defesa de Vila Velha e de Vitória

Ver Artigo
Jesuítas no Espírito Santo

Em 1549 partiram da Bahia – escalaram no porto da “povoação do Espírito Santo” Leonardo Nunes e Diogo Jácome

Ver Artigo
Origem do nome das cidades do ES

Muitas vezes, por um simples motivo, surge a origem do nome de uma cidade, como por exemplo, o hábito dos moradores de tomar um cafezinho que, de tão ralo, mais parecia água doce. Daí veio o nome da cidade de Água Doce. E o nome da cidade de Águia Branca, de onde surgiu essa idéia? 

Ver Artigo
Araribóia X Villegagnon

Araribóia, comandante de duzentos temiminós que o Espírito Santo mandou à luta contra os franceses de Villegagnon

Ver Artigo