Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Convento da Penha – Por Maria Stella de Novaes

Convento da Penha - Foto José Luiz Pizzol, 1958

Alcandorado e belo, exposto ao raio e ao vento,

sentinela da barra, em perfil singular,

destaca-se, no espaço, o lendário Convento,

o trono de Maria entre a planície e o mar.

 

Peregrino, contempla o augusto monumento

da terra capixaba. Ali, vive a rezar,

em hosanas de glória, ou rudez do tormento,

o coração de um povo! Oh! sim, vem meditar –  

 

O sonho de Frei Pedro, — o monge do painel,

perdido na montanha, à sombra das palmeiras,

 inspira um florilégio, em poemas e prosa.

 

O artista o registrou, num primor de pincel,

e a Fé, tão superior aos cumes e às trincheiras,

conduz as multidões à Virgem Poderosa! ...

 

Maria Stella de Novaes

 

Fonte: O Relicário de um povo – O Santuário de Nossa Senhora da Penha, 2ª edição, 1958
Autora da poesia: Maria Stella de Novaes
Autora do livro: Maria Stella de Novaes
Compilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2018

Convento da Penha

O genial Vitor Meireles no Convento da Penha no ano de 1871

O genial Vitor Meireles no Convento da Penha no ano de 1871

Os pincéis mágicos que imortalizaram as grandes telas históricas também estiveram na Penha, manejados pelo genial Vitor Meireles

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

História da Festa da Penha

A Festa da Padroeira dos capixabas sempre foi o principal acontecimento religioso de Vila Velha. Segundo a Lei nº 7, de 12/11/1844, o dia da Festa da Penha passou a ser considerado feriado em toda a Província do Espírito Santo

Ver Artigo
Todos os motivos nos levam à Festa da Penha

Desde 1570 comemoramos a Festa da Penha oito dias após a Páscoa. Ela é a festa cristã pioneira da América

Ver Artigo
Campo de Piratininga na história do Convento

Os franciscanos compraram o campo de Piratininga, por 5$000, a Da. Catarina de Vide, viúva de Manuel de Vide, o compadre e amigo de Anchieta

Ver Artigo
As Terras do Convento – Por Nobertino Bahiense

O documento de doação feita pela Governadora da Capitania do Espírito Santo, Da. Luísa Grinalda, desde a longínqua data de 6 de dezembro de 1591

Ver Artigo
A Festa da Penha

A primeira Festa da Penha - como já se disse - foi realizada ainda em vida de Frei Pedro Palácios, que a promoveu. Escolheu ele a segunda-feira depois da dominga de Pascoela, dia consagrado, então, à devoção franciscana de Nossa Senhora dos Prazeres.

Ver Artigo