Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Rei Café

Cafezal

O café foi a redenção da economia do Espírito Santo, estagnado pela corrida do ouro para Minas Gerais no século XVIII. Graças ao seu cultivo, foram criadas as condições para um crescimento respeitável a partir de então, isso já no século XIX.

O primeiro registro do café no Estado data de 1811, transformando-se no nosso principal produto em 1830 e passando a representar 95% da receita do Espírito Santo em 1903.

O café provocou a primeira revolução na economia capixaba com a abertura da fronteira agrícola através do desmatamento de vastas áreas para o plantio, permitindo o povoamento do interior.

Para escoar a produção da nova cultura, surgiram os primeiros investimentos na infra-estrutura do Estado: estradas foram abertas, as vias de comunicação melhoradas, os portos foram aperfeiçoados, rios desobstruídos, ferrovias construídas e introduzidos barcos a vapor.

O café provocou também o crescimento da arrecadação de impostos, permitindo a realização de obras públicas que beneficiaram toda a população: obras de saneamento, iluminação pública, bondes elétricos, escolas e melhor organização dos serviços de correios e telégrafos.

 

Fonte: A Tribuna - 21/05/2000.

História do ES

O Rio Doce – A Nova Colônia – A Lagoa Juparanã - Por Saint-Hilaire

O Rio Doce – A Nova Colônia – A Lagoa Juparanã - Por Saint-Hilaire

A praça perfeitamente quadrada, coberta de grama; na época de minha viagem (1819), estavam terminando a igreja, que será muito bonita; ocupa o centro do lado norte da praça

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A Mata Virgem – Por Auguste François Biard (Parte IV)

Tinham me falado, várias vezes, desde que chegara ao Brasil, de uma terrível cobra, a maior das trigonocéfalas, conhecida pelo nome de surucucu

Ver Artigo
Por que Morro do Moreno?

Desde o início da colonização do Espírito Santo, o Morro do Moreno funcionava como posto de observação assegurando a defesa de Vila Velha e de Vitória

Ver Artigo
A Ilha de Vitória – Por Serafim Derenzi

É uma posição privilegiada para superintender, como capital e porto, os destinos políticos e econômicos do Estado de que é capital

Ver Artigo
A história do Jornal A TRIBUNA

Conheça a história do jornal A TRIBUNA, publicada na resvista da Associação Espírito-Santense de Imprensa (AEI) em 12/2008

Ver Artigo
Intervenção federal - Governo Nestor Gomes

A vinte e seis de maio de 1920 começou a luta armada na Capital, com elementos da Força Policial dividida entre as duas facções 

Ver Artigo