Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Penedo

Penedo, 2013

Os amantes de aventura são bem-vindos ao Penedo. É o que garante o pescador Aguinaldo de Moura, morador do local. Ele realiza a travessia de barco da avenida Beira-Mar até a praia que fica entre a grande pedra e o morro da Urca, levando visitantes.

A travessia custa R$ 3,00 e no local existem trilhas para subir os 132 metros de altura do Penedo. O pescador guia os aventureiros e cobra R$ 10,00 para a trilha mais fácil.

Para as trilhas com dificuldade intermediária o preço é de R$ 30,00 e para a mais difícl, que na verdade é uma escalada, o passeio sai por R$ 50,00.

De acordo com Aguinaldo, que usa a atividade para ter uma renda extra quando a pesca está fraca, mil pessoas visitam o local todos os anos e podem apreciar lagartos, jibóias, preás, sabiás e bem-te-vis.

No Carnaval, ele sempre recebe evangélicos de Minas Gerais que acampam no local e sobem o Penedo para orar.

Nos finais de semana é comum que amigos se reúram na Prainha local para fazer um churrasco, opção disponível para todos. Basta conversar com Aguinaldo e marcar a data. "Todos são bem-vindos aqui. Só não gosto de bagunça e má conduta. Se for do bem, tudo bem", disse.

Além da aventura e da paisagem deslumbrante, o visitante pode ver navios passarem bem pertinho da praia e voltar no tempo, observando o Forte São João, que protegia a entrada da baía de Vitória na época da colonização portuguesa. Quem se interessar pelo passeio pode ligar para o telefone 9999-2850.

 

Fonte: A Tribuna (22/04/2007)

 

LINKS RELACIONADOS:

>> Adrenalina!l 
>>
 
Livre para voar 
>>
 
Vôo dos sonhos  
>>
 
Saldanha da Gama: ontem e hoje  
>> Vôo Livre no Moreno



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

General das Artes

General das Artes

Conheci, na casa de Homero Massena, anos 60, um amigo dele muito especial. Pessoa sensível, de fino trato, grande admirador da boa pintura e da Arte do mestre. Algumas vezes servi de mensageiro entre os dois, levando ao escritório do amigo, textos do Massena (muitas vezes assinados com pseudônimos: J. Prates, J. Carlos...) para que ele (diretor do jornal) providenciasse a publicação.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A pedra e o Penedo

Vocês vão ver Vitória. Tem um imenso morro de pedra, no meio da baía. Ele é mágico. Tentei jogar moedas. As moedas voltavam para o nosso bolso. Tempo bom - penso - moedas voltando aos bolsos

Ver Artigo
Deputados capixabas nas duas constituintes imperiais

Em 1823, tomou assento na Assembléia Constituinte brasileira, como representante capixaba, o Dr. Manuel Pinto Ribeiro Pereira de Sampaio, membro do Supremo Tribunal de Justiça, era nascido em Vitória

Ver Artigo
Zé Pretinho

Fica ali, exatamente na esquina da Aleixo Neto com a José Teixeira. Do lado de Santa Lúcia. Não tem placa que o identifique. Mas há quarenta anos toda a redondeza cohece o Zé Pretinho

Ver Artigo
E por falar em saudade

Tenho saudades do torrone, da Garoto, um tablete de docinho recoberto de chocolate e com recheio pastoso de castanha, amêndoa ou amendoim, já não me lembro mais. Só sei que era uma delícia e que guardava todas as minhas pequenas economias para comer um a casa quinze dias. Era a época do leite-mel, da pastilha forte, da groselha, do sorvete de coco verde do Michel, guloseimas,...

Ver Artigo
Origem do Carnaval no Brasil

Fomos influenciados inicialmente pelos portugueses da Ilha da Madeira, Açores e Cabo Verde, que trouxeram a brincadeira de loucas correrias. No Brasil, com a criação dos Trios Elétricos pelos baianos, uma nova caracteristica de carnaval se disseminou

Ver Artigo