Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Referências bibliográficas do livro

Capa do Livro - Viagens à Capitania do Espírito Santo

Referências bibliográficas do livro "Viagens à Capitania do Espírito Santo"

 

Viagens à Capitania do Espírito Santo: 200 anos das expedições científicas de Maximiliano de Wied-Neuwied e Auguste SaintHilaire/ 2. ed. rev. amp. Vitória, Arquivo Público do Estado do Espírito Santo, 2018

Autor: Bruno César Nascimento

 

 

 

ABREU, Capistrano. O descobrimento do Brasil. Brasília: Editora UNB, 2014.

ARAÚJO, Valdei Lopes. História dos conceitos e história da historiografia: um percurso brasileiro. In.: BENTIVOGLIO, Julio; NASCIMENTO, Bruno César. (org.). Escrever História: Historiadores e Historiografia Brasileira nos Séculos XIX e XX. Serra: Editora Milfontes, 2017.

BELLUZZO, Ana Maria. A propósito d’ o Brasil dos viajantes. Revista USP, São Paulo, n. 30, p. 8 – 19, 1996.

BENTIVOGLIO, Júlio (org.). Viagem pelo Espírito Santo (1888): viagem pelos Trópicos brasileiros da Princesa Teresa da Baviera. Vitória: APEES/ SECULT-ES, 2013.

BIGOSSI, Bruna Breda. Domingos José Martins: a Invenção de um heroi para os capixabas no Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo. Dissertação (Mestrado em História). Programa de Pós-graduação em História Social das Relações Políticas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2018.

BUENO, Eduardo. Como era gostoso Hans Staden: um livro para devorar. In.: STADEN, Hans. Duas viagens ao Brasil: primeiros registros sobre o Brasil. Trad. Angel Bojadsen. São Paulo: L&PM Pocket, 2008.

CAMPOS, Mintaha Alcuri. Turco pobre, sírio remediado, libanês rico: a trajetória imigrante libanês no Espírito Santo. Vitória: Formar, 2014.

CARVALHO, José Murilo. Os bestializados: o Rio de Janeiro e a república que não foi. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

CARVALHO, José Murilo. A formação das almas: o imaginário da república do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1990 CERTEAU, Michel de. A escrita da história. 2.ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

COSTA, Christina R. O Príncipe Maximiliano de Wied-Neuwied e sua Viagem ao Brasil (1815 - 1817). Dissertação (Mestrado em História). 140f. Programa de Pós Graduação em História Social da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

CRUZ, Ana Lúcia R. B. da. Verdades por mim vistas e observadas Oxalá foram fábulas sonhadas: cientistas brasileiros do setecentos, uma leitura auto-etnográfica. Tese (Doutorado em História). 317 f. Programa de Pós Graduação em História, Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2004.

DAEMON, Basílio Carvalho. Província do Espírito Santo: sua descoberta, história cronológica, sinopse e estatística. Vitória: APEES/ SECULT, 2010.

EHRENREICH, Paul. Índios Botocudos do Espírito Santo no século XIX. BENTIVOGLIO, Júlio (org.). Vitória: APEES/ SECULT-ES, 2014. ACHIAMÉ, Fernando A. M. O Espírito Santo na era Vargas (1930-1937). Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010.

FERREIRA, Alexandre Marcos de Mattos Pires. A criação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP – um estudo sobre o início da formação de pesquisadores e professores de Matemática e de Física em São Paulo. In: 13º Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia, 2012, São Paulo. 13º Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia. São Paulo: EACH/USP, 2012.

FOCAULT, Michel. A ordem do discurso: aula inaugural no Còllege de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. 24 ed. Trad. Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Edições Loyola, 2014, Coleção leituras filosóficas.

FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. 8. ed. Trad. Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FRANÇA, Jean Marcel Carvalho. Imagens do Brasil nas relações de viagem dos séculos XVII e XVIII. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 15, p. 7 - 15, 2000.

FRANCESCHETTO, Cilmar. Victor Frond – 1860: uma aventura fotográfica pelo itinerário de D. Pedro II na Província do Espírito Santo. Vitória: Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo, 2015. GOMES, Antônio Carlos Sant Ana; REIS, Fábio Paiva. Cartografia histórica, estudos capixabas. Vitória: IHGES, 2013.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. 26 ed. So Paulo: Companhia das Letras, 1995. HARTOG, François. Regimes de historicidade: presentismo e experiências do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

KANGUSSU, Imaculada. Brasil e as utopias. Trama disciplinar, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 23-24, 2014.

KEYES, Júlia Louisa. Nossa vida no Brasil: imigração norte-americana no Espírito Santo 1867-1870. Trad. Célio Antônio Alcântara Silva. Vitória: APEES/ SECULT-ES, 2013.

KOSELLECK, Reinhart. Espaço de experiência e horzonte de expectativa: duas categorias históricas. In.: KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado: contribuição à semantica dos tempos históricos. Trad. Wilma Patrícia Maas, Carlos Almeida Pereira. Rio de Janeiro: Contraponto/PUC Rio, 2006.

KURY, Lorelai. Auguste de Saint-Hilaire, viajante exemplar. Intellèctus, Rio de Janeiro, v. 2, n. 1, p. 1-11, 2003.

LÉRY, Jean de. História de uma viagem feita à Terra do Brasil, também chamada América. Trad. Maria Ignez Duque Estrada. Rio de Janeiro: Fundação Darcy Ribeiro, 2009.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Tristes trópicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. MACEDO, Fernando Cézar de. História econômica e organização espacial: o caso capixaba. Vitória: Gráfica e Editora América/ IHGES, 2013.

MARIANO, Fabiene Passamani. Patrimônio e memória: O Divino em Viana do Espírito Santo. Dissertação (Mestrado em Artes) 146 f. Programa de Pós Graduação em Artes, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.

MARTINS, Jeferson Teles. A questão da identidade regional: historiografia e a definição do “campo” historiográfico rio-grandense. In.: Anais X Encontro Estadual de História ANPUHRS, Santa Maria, RS, 2010.

NASCIMENTO, Rafael Cerqueira do. A narrativa histórica da superação do atraso: um desafio historiogárico do Espírito Santo. Tese (Doutorado em História). 291f. Programa de Pós Graduação em História da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2016.

NEVES, Lúcia Maria Bastos P.; MACHADO, Humberto Fernandes. O Império do Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.

OBERACKER, Carlos. Viajantes, naturalistas e artistas estrangeiros. In.: HOLANDA, Sérgio Buarque (org.). História geral da civilização brasileira: o Brasil monárquico. T. II. Vol. 1. Rio de Janeiro: Editora Bertrand do Brasil, 1993.

OLIVEIRA, José Teixeira de. História do Estado do Espírito Santo. 3. ed. Vitória: Secult-ES, 2008.

PEREIRA, Magnus R. M.; CRUZ, Ana Lúcia R. B. O viajante instruído: os manuais portugueses do iluminismo sobre métodos de recolher, preparar, remeter, e conservar produtos naturais. In.: DORÉ, Andréa; SANTOS, Antonio C. A. Temas Setecentistas: governos e populações no Império Português. Curitiba: UFPR/Fundação Araucária, 2009.

PHILIPP, Maximilian Alexander. Viagem ao Brasil. Trad. Edgar Süssekind de Mendonça, Flávio Pope de Figueiredo. São Paulo: EDUSP, 1989, Coleção reconquista do Brasil, v. 156.

PRADO, J. F. de Almeida. D. João e o início da classe dirigente do Brasil: depoimento de um pintor austríaco no Rio de Janeiro. 2. ed. rev. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1968, Brasiliana 345.

PRADO JUNIOR, Caio. Formação do Brasil contemporâneo: colônia. 9 ed. São Pulo: Editora Brasiliense, 1969.

REIS, José Carlos. Identidades do Brasil 3: de Carvalho a Ribeiro: história plural do Brasil. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2017.

Revista do Instituro Histórico e Geográfico do Espírto Santo, Vitória, n. 3, 1922.

ROCHA, Levy. Viajantes estrangeiros no Espírito Santo. Brasília: Editora de Brasília, 1971.

RODRIGUES, José Honório. Viajantes do Brasil no século XVII. Revista de História, São Paulo, n. 37, p. 155 - 165, 1959.

SAINT-HILAIRE, Auguste. Segunda Viagem ao interior do Brasil. Espírito Santo. Trad. Carlos Madeira. São Pulo: Companhia Editora Nacional, 1936, Coleção Brasiliana, v. 72.

SAINT-HILAIRE, Auguste. Viagem ao Espírito Santo e Rio Doce. Trad. Milton Amado. Belo Horizonte: Editora Itatiaia, 1974.

SAINT-HILAIRE, Auguste. Viagens pelo Distrito dos Diamantes e Litoral do Brasil: com um resumo histórico das Revoluções do Brasil, da chegada de D. João VI à América à abdicação de D. Pedro. Trad. Leonan de Azeredo Pena. Rio de Janeiro: Companhia Editora Nacional, 1941, coleção Brasiliana, v. 210.

SALLAS, Ana Luisa Fayet. Narrativas e imagens dos viajantes alemães no Brasil do século XIX: a construção do imaginário sobre os povos indigenas, a história e a nação. História, Ciência, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, p. 417, 2010.

SANTOS, Estilaque Ferreira dos. Uma devassa contra os jesuítas do Espírito Santo (1761). Vila Velha: Edição do Autor, 2014.

SARAT, Magda. Literatura de viagem: olhares sobre o Brasil nos registros dos viajantes estrangeiros. Patrimônio e Memória, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 33 – 54, 2011.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. O sol do Brasil: Nicolas-Antoine Taunay e as desventuras dos artistas franceses na corte de D. João. São Pulo: Companhia das Letras, 2008.

SILVA, Igor de Lima. Viagem ao Brasil: produção e circulação entre o público europeu do século XIX. Clio: Revista de pesquisa Histórica, Recife, n. 32, p. 176 - 195, 2014.

TSCHUDI, Johann Jakob von. Viagem à Província do Espírito Santo: imigração e colonização suiça (1860). Vitória: 2004.

VAINFAS, Ronaldo (org.). Dicionário do Brasil Colonial (1500 – 1808). Rio de Janeiro: Objetiva, 2000.

VARNHAGEN, Francisco Adolpho. História Geral do Brazil: antes da sua separação e independência de Portugal. 2. ed. rev. T. II. Rio de Janeiro: E & H. Laemmert, 1877, 2 v.

WALLE, Paul. O Espírito Santo no início do século XX. OLIVEIRA, Josemar Machado; BENTIVOGLIO, Júlio (Org.). Vitória: GM Editora, 2015.

WERNICKE, Hugo. Viagem pelas colônias alemãs do Espírito Santo: a população evangélico-alemã no Espírito Santo: uma viagem até os cafeicultores alemães em um estado tropical do Brasil. Trad. Erlon José Paschoal. Vitória: APEES/ SECULT-ES, 2013.

WILCKEN, Patrick. Império à deriva: a corte portuguesa no Rio de Janeiro (1808 – 1821). Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010.

RATTES, Cecília Luttembarck de Oliveira Lima. Ciência e arte: os viajantes estrangeiros do século XIX. Disponível em: http://principo.org/cincia-e-arte-os-viajantes-estrangeiros-do-sculo-xix-ceclia-lu.html, acesso em: 05.07.2017.

VERNE, Júlio. Os exploradores do século XIX. Trad. Manuel Joaquim Pinheiro Chagas. [S.l]: Entaur Editions, 2017.

KURY, Lorelai. Viajantes-naturalistas no Brasil oitocentista: experiência, relato e imagem. História, Ciência, Saúde – Manguinhos. v. VIII (suplemento), p. 863 – 880, 2001.

 

Coleção Canaã - Arquivo Público do Estado do Espírito Santo

1º Relato do Cavalheiro Carlo Nagar Cônsul Real em Vitória: o estado do Espírito Santo e a imigração italiana (fevereiro 1895). Carlo Nagar, 1995.

2º Projeto de Um Novo Arrabalde, 1896. Edição Fac-similar. Francisco Saturnino Rodrigues de Britto, 1996.

3º Catálogo de Documentos Manuscritos Avulsos da Capitania do Espírito Santo (1585–1822). João Eurípedes Franklin Leal (org.), 1998.

4º Donatários, Colonos, Índios e Jesuítas: o início da colonização do Espírito Santo. Nara Saletto, 1998.

5º Viagem à Província do Espírito Santo: imigração e colonização suíça, 1860. Johann Jakob von Tschudi, 2004.

6º Colônias Imperiais na Terra do Café: camponeses trentinos (vênetos e lombardos) nas florestas brasileiras (1874–1900). Renzo M. Grosselli, 2008.

7º Viagem de Pedro II ao Espírito Santo. 3ª edição. Levy Rocha, 2008.

8º História do Estado do Espírito Santo. 3ª edição. José Teixeira de Oliveira, 2008.

9º Os Capixabas Holandeses: uma história holandesa no Brasil. Ton Roos e Margje Eshuis, 2008.

10º Pomeranos Sob o Cruzeiro do Sul: colonos alemães no Brasil. Klaus Granzow, 2009.

11º Carlos Lindenberg: um estadista e seu tempo. Amylton de Almeida, 2010.

12º Província do Espírito Santo: sua descoberta, história cronológica, sinopse e estatística. 2ª edição. Basílio Carvalho Daemon, 2010.

13º Donatários, Colonos, Índios e Jesuítas: o início da colonização do Espírito Santo. 2ª edição revisada. Nara Saletto, 2011.

14º Viagem ao Espírito Santo, 1888. Princesa Teresa da Baviera. Julio Bentivoglio (org.), 2013.

15º Fazenda do Centro: imigração e colonização italiana no sul do Espírito Santo. Sérgio Peres de Paula, 2013.

16º Tropas & Tropeiros: o transporte a lombo de burros em Conceição do Castelo. Armando Garbelotto, 2013.

17º Nossa Vida no Brasil: imigração norte-americana no Espírito Santo (1867– 1870). Julia Louisa Keyes, 2013.

18º Viagem pelas Colônias Alemãs do Espírito Santo: a população evangélico alemã no Espírito Santo: uma viagem até os cafeicultores alemães em um estado tropical do Brasil. Hugo Wernicke, 2013.

19º Imigrantes Espírito Santo: base de dados da imigração estrangeira no Espírito Santo nos séculos XIX e XX. Cilmar Franceschetto (org.), Agostino Lazzaro, 2014.

20º Italianos: base de dados da imigração italiana no Espírito Santo nos séculos XIX e XX. Cilmar Franceschetto (org.), Agostino Lazzaro, 2014.

21º Índios Botocudos do Espírito Santo no Século XIX. Paul Ehrenreich (org.), Julio Bentivoglio, 2014.

22º Negros no Espírito Santo. 2ª edição. Cleber Maciel, Osvaldo Martins de Oliveira (org.), 2016.

23º Raízes da Imigração Alemã: história e cultura alemã no estado do Espírito Santo. Helmar Rölke, 2016.

24º Jerônimo Monteiro: sua vida e sua obra. 2ª edição. Maria Stella de Novaes, 2017.

25º Espírito Santo Indígena: conquista, trabalho, territorialidade e autogoverno dos índios, 1798-1860. Vânia Maria Losada Moreira, 2017.

26º Sobre Política Capixaba na Primeira República. Nara Saletto, 2018.

27º Viagens à Capitania do Espírito Santo: 200 anos das expedições científicas de Maximiliano Wied-Neuwied e Auguste Saint-Hilaire. 2ª edição revista e ampliada. Bruno Nascimento, 2018.

 

Os volumes acima, entre outros documentos e obras raras em suporte digital, podem ser consultados no site do Arquivo Público do Estado do Espírito Santo, em formato PDF, no seguinte endereço: www.ape.es.gov.br

 

PRODUÇÃO

 

PAULO CESAR HARTUNG GOMES

Governador do Estado do Espírito Santo

 

CÉSAR ROBERTO COLNAGO

Vice-governador do Estado do Espírito Santo

 

JOÃO GUALBERTO MOREIRA VASCONCELLOS

Secretário de Estado da Cultura

 

RICARDO SAVACINI PANDOLFI

Subsecretário de Gestão Administrativa

 

CILMAR CESCONETTO FRANCESCHETTO

Diretor Geral do Arquivo Público do Estado do Espírito Santo

 

AUGUSTO CÉSAR GOBBI FRAGA

Diretor Técnico Administrativo

 

Conselho Editorial

Cilmar Franceschetto

João Gualberto Vasconcellos

José Antônio Martinuzzo

Michel Caldeira de Souza

Rita de Cássia Maia e Silva Costa

Sergio Oliveira Dias

 

Coordenação Editorial

Cilmar Franceschetto

 

Coordenação de Arte

Sergio Oliveira Dias

 

Revisão Ortográfica

Jória Scolforo

 

Projeto Gráfico e Capa

Alexandre Alves Matias

 

Agradecimentos

Grupo de Trabalho Paisagem Capixaba

 

Impressão e Acabamento

Gráfica Dossi

 

Fonte: Viagens à Capitania do Espírito Santo: 200 anos das expedições científicas de Maximiliano de Wied-Neuwied e Auguste SaintHilaire/ 2. ed. rev. amp. Vitória, Arquivo Público do Estado do Espírito Santo, 2018
Autor: Bruno César Nascimento
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro/2020

Matérias Especiais

Lembranças da maria-fumaça

Lembranças da maria-fumaça

Trabalhei na Vale de NOVEMBRO DE 1961 a NOVEMBRO DE 1997. Exatamente 36 anos. Quando eu viajava na Maria Fumaça, muitas vezes... 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Presidentes da província do ES

Reunimos, pois, sob a forma de uma sinopse, aquilo que pode demonstrar à evidência a província do Espírito Santo, baseando assim em documentos e em trabalhos de própria lavra e que aqui descrevemos

Ver Artigo
A política e os intelectuais - Por Luiz Buaiz com texto de Sandra Medeiros

O jeito expansivo e a grande generosidade fizeram de Luiz Buaiz um homem de muitos amigos

Ver Artigo
De vento em popa

Era uma atração; um programa pra lá de quente quando, nas manhãs de domingo aconteciam, na baia de Vitória, lá pelos anos 55... 60... as concorridas regatas a remo

Ver Artigo
Referências bibliográficas do livro

Já vi quem iniciasse a leitura de um livro pelas suas referências bibliográficas. Para os macróbios da historiografia será de grande valia

Ver Artigo
Massena e Fanzeres - Mestres da Arte no ES

Levino Fanzeres, pintor de renome nacional, visitava o boêmio Homero Massena em Vila Velha, que recebia também Hélios Selinger, o grande simbolista brasileiro

Ver Artigo