Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Retratos da Cidade

Adelpho Poli Monjardim - Acervo de Eugênio Herkenhoff

Não sei se acontece com vocês. Comigo ocorre sempre. Vejo o Adelpho Monjardim passando naquele terno impecável, rumo decidido, e penso logo: ali vai Vitória. Para mim ele devia se chamar Adelpho Poli Vitória Monjardim. Está na face. Penso que ele é uma das últimas personagens que simbolizam a cidade, sua maneira simples e alegre de viver, aquele jeito de vila, mas nariz arrebitado de uma polis. Não sei aonde vai o velho prefeito, ou de onde ele vem. Só sei que cruza com as pessoas na rua concedendo-lhes aquele olhar rápido que substitui o como vai dos tempos em que era menor o número dos que encontrava nessas caminhadas.

Também lembro-me ocasionalmente de Otinho, que nunca mais vi nas ruas a declamar versos apaixonados, É outro que um dia vai ganhar busto de bronze, quando alguém, tardiamente, se aperceber do que ele significou de alegria para gerações de Vitória. Quando a cidade se recordar de como ele se parecia com aquela praça, como se fizesse parte dela, como os bancos, eternos, que servem de assento tanto para o descanso dos aposentados quanto para as incertezas dos desempregados.

Estes são apenas dois retratos de Vitória, que vão passando com o tempo. As transformações trazem novas identidades. Um shopping, por exemplo. Hoje, talvez o shopping que leva o nome da cidade seja um monumento mais reverenciado. Atire a primeira pedra aquele que ainda não pisou o brilho do seu granito vermelho, ou não arriscou um debruçar-se na amurada do seu segundo piso, vendo a vida mover-se na febre de consumo instalada lá embaixo.

Nesta vistoria pela cidade ocorre-me que outro retrato de Vitória seja seu contorno de linha, com tênues braças de pontes ligando-a ao continente. Embora poucos atentem para o que há sob seus pés, nosso chão não passa de um rasgo de terra, cume de alguma montanha que mergulhou no mar e se acomodou no fundo a tempo de permitir uns tantos 80 quilômetros quadrados de vaidade na superfície. Aos que porventura passem a temer novas acomodações, sugere-se vigiar as marcas ao pé do Penedo, sinalizando o nível das águas do canal.

É claro que sua inclinação pode ser outra – uma rua na Praia do Canto, um prédio no Centro ou um armazém na Vila Rubim. A minha maior identificação com a cidade, entretanto, é um cantinho na região de Maruípe, onde volto após cada dia de jornada. É ali – aqui, onde escrevo – que posso me espichar numa rede, à sombra das árvores no quintal, onde as rolinhas insistem em construir seus ninhos e procriar, impunemente.

 

 

Fonte: Escritos de Vitória, 1- Crônicas, Vitória-ES - 1993
Autor: Jonas Reis (Nascido em Colatina, ES, 1952. Em Vitória desde 1957 - Jornalista e Advogado)
Compilação: Walter de Aguiar Filho, julho/2011



GALERIA:

📷
📷


Literatura e Crônicas

Os points da Praia da Costa

Os points da Praia da Costa

Sua origem em nossas praias se deu com veemência na Praia de Copacabana. Os postos viraram “points”. Logo, essa tendência se espalhou pelas praias brasileiras

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Eu, Licantropo - Parque Moscoso

Mas ela me diz — ah, o consolo — que hoje é sexta-feira, a lua um imenso olho no céu, e que haverá comida

Ver Artigo
Hoje em dia - Por Carlos Tourinho

Assim como poderíamos imaginar que o Centro da cidade, hoje em processo de esvaziamento e em campanha de revitalização, poderá voltar a ser um lugar bom de se morar

Ver Artigo
Os Acqua Loucos e a inauguração do Clube Cauê

Na Praia de Santa Helena, ao lado da atual Praça Cristóvão Jacques, que tanta controvérsia vem causando, sobre o Morro Itapebuçu, localizavam-se as instalações da Western Telegraph Company

Ver Artigo
Encerramento do livro: No tempo do Hidrolitrol

Trata-se do texto cujo título é "Encontro Desastroso", do livro "Coquetel de Saudades", de Dario Derenzi

Ver Artigo
Praia Tênis Clube - Por Sérgio Figueira Sarkis

Lembro de alguns com a presença de Affonso Queiroz do Valle, Evanildo Silva, Luiz Paulo Dessaune, Reynaldo Broto e Vânia Sarlo

Ver Artigo