Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Roberto Calmon - Prefeito de Linhares (1944-1946)

Roberto Calmon - Prefeito de Linhares (1994-1946)

Nascido em Linhares, 1911. Filho do Coronel Lastênio Calmon e Graciosa Carvalho Calmon. Casado com Maria Vellozo Calmon. Falecido em 1975. Roberto Calmon, primeiro filho de Linhares a se formar em Medicina, fez seu curso no Rio de janeiro. Nomeado prefeito de Linhares em, 1943, pelo governador Jones dos Santos Neves. Não havia vice-prefeito, nem Câmara de Vereadores.

Secretário-tesoureiro: Miguel Gusman Junior.

 

Fatos e Realizações:

 

Não encontramos registro da posse, mas na abertura dos Termos de Contrato e de Decretos-lei, consta sua assinatura com data de janeiro de 1944.

Acreditamos que tenha passado todo o ano organizando a recém-criada prefeitura, nomeando funcionários e tomando medidas preliminares para a administração do município.

Em dezembro de 1944, assina decreto instituindo o salário-família para os servidores do Município.

Ainda durante seu governo convocou o agrimensor, jornalista e poeta Antonio Serapião Souza, para com ele elaborar o Plano Urbanístico de Linhares. Foram traçadas as praças e ruas, prolongadas mais tarde, com pequenas modificações, pelos prefeitos subseqüentes.

Dr. Roberto foi um inovador e um homem de grande visão, pois o traçado de Linhares está praticamente inalterado. Lugares que, na época, em capoeiras, brejos ou matas, foram reservados e planejados para diversas obras futuras, atestando sua confiança quase profética no progresso de sua terra natal.

 

Fato Independente

 

Na época de sua administração, ocorrendo a 2ª guerra mundial e tendo o Brasil participado da mesma em 1944, foram convocados “pracinhas” em todo o território nacional, para se incorporarem à FEB (Força Expedicionária Brasileira). Linhares contribuiu também, tendo participado como combatentes Jair Pinheiro Machado, Percy de Carvalho. Atuaram estes linharenses junto às forças brasileiras, em vários locais da Itália, notadamente Monte Castelo.

 

Fonte: Panorama Histórico de Linhares, 1982
Autora: Maria Lúcia Grossi Zunti
Compilação: Walter de Aguiar Filho,fevereiro/2012

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Vitória recebe a República sem manifestação e Cachoeiro comemora

No final do século XIX, principalmente por causa da produção cafeeira, o Brasil, e o Espírito Santo, em particular, passaram por profundas transformações

Ver Artigo
ES x BA - Limites (Capítulo II - A Capitania do Espírito Santo)

A Capitania do Espírito Santo foi doada, em 1534, por D. João III ao fidalgo luso Vasco Fernandes Coutinho, que a ocupou em 23 de Maio do ano seguinte

Ver Artigo
Capela de Santa Luzia

A Capela de Santa Luzia data do séc. XVI e é a edificação mais antiga de Vitória.

Ver Artigo
Providências de Mem de Sá após a morte de Vasco Coutinho

Aos dezesseis de outubro, informado da morte de Vasco Coutinho, o governador geral expediu o mandado às principais autoridades da capitania

Ver Artigo
Folha de serviços militares de Vasco Coutinho

Um rei não poderia ir além destas palavras consagradoras

Ver Artigo