Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Rua Nestor Gomes (ex-ladeira do Chafariz)

Rua Nestor Gomes, início da década de 1930, foi urbanizada durante a administração de Florentino Avidos (1924-1928).

Chamou-se, primitivamente, ladeira do Chafariz, com início na rampa do Pelourinho. Estreita e tortuosa, era de difícil acesso, não tinha calçamento, o terreno muito acidentado, esbarrando-se, mais acima, com a Rua Santos Pinto, que se constituía de casas horríveis, nas imediações do Palácio. No governo de Florentino Avidos, a área foi urbanizada, pondo-se abaixo todos os casarões antigos ali existentes, sendo que, contente com o melhoramento, o povo passou a chamar a artéria de ladeira da Boa Idéia, nela se construindo, a partir de então, prédios de dois andares, residências das famílias Tovar, Batalha, Paes Barreto, Tancredi, Tironi, Valls, Teixeira Leite, a da viúva Jacintha Baraldi Zamprogno, avó paterna do autor deste trabalho, além de outras famílias de conceito, aí se instalando o Cartório de Nelson Goulart Monteiro, o consultório do Dr. Rousseau Leão Castello, com aparelho de Raio X, então o único existente em Vitória, a Faculdade de Direito, a de Odontologia e a de Farmácia, alongando-se a artéria até a General Osório.

Atualmente, a Nestor Gomes, em substituição aos sobrados que datavam da década de 20, dispõe de vários edifícios, tem bom comércio, restaurantes e livrarias, sendo a Ãncora, com a promoção de suas tardes de autógrafos, a mais procurada.

O patrono, Nestor Gomes, presidiu o Estado do Espírito Santo, de 1920 a 1924. Homem seriíssimo, empreendedor. Era presbiteriano. No período da primeira Constituição Getuliana, foi Secretário da Fazenda do Maranhão, no governo de Seroa da Mota. Faleceu, esquecido e paupérrimo, em Belo Horizonte, em 1943, sendo que seu internamento em hospital daquela cidade foi custeado por determinação do capitão João Punaro Bley, então Interventor do Espírito Santo.

 

Fonte: Logradouros antigos de Vitória, 1999 – EDUFES, Secretaria Municipal de Cultura
Autor: Elmo Elton
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro/2017

Bairros e Ruas

ÁGUA-COM-AÇÚCAR E ÁGUA SALGADA

ÁGUA-COM-AÇÚCAR E ÁGUA SALGADA

A paisagem não mais existe; só me resta a reminiscência: o nome da rua é General Osório, se bem me lembro

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Ponte da Fruta – Por Edward Athayde D’Alcântara

Até os anos 40 era pequena e conhecida ainda como vila de pescadores e era considerada área rural do município

Ver Artigo
Cercadinho – Por Edward Athayde D’Alcântara

Ao arredor, encosta do Morro Jaburuna (morro da caixa d’água), ficava o Cercadinho

Ver Artigo
Bairro Glória – Por Edward Athayde D’Alcântara

O Bairro Glória era conhecido como “A Fábrica” por ter ali recebido a transferência da fábrica de bombons Garoto

Ver Artigo
A História da Praia do Suá - Por José Carlos Mattedi

A Praia do Suá era lugar de muita areia, água, lama e mosquito. A antiga vila tinha casinhas de estuque, construídas à beira mar, cobertas com palha ou zinco

Ver Artigo
O Suá hoje - José Carlos Mattedi

Há, ainda, outros endereços de peso na região, como o Terminal de Pesca Alvarenga, que centraliza a atividade pesqueira

Ver Artigo