Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Rua Pereira Pinto (desaparecida) – Por Elmo Elton

Rua Pereira Pinto

Situava-se onde foi construída a Praça Costa Pereira. Rua antiga, com algum movimento, os prédios datando do final do século XVIII. Quando a cidade ainda não contava com a Avenida Jerônimo Monteiro, aí se reuniam os foliões carnavalescos, assim como nas ruas do Rosário e São Francisco. Esses carnavalescos eram, na maioria, pessoas de má fama, incluindo também caramurus e peroás, que, aproveitando os três dias momescos, se desforravam uns contra os outros, sendo que tal procedimento vinha de longe, visto que, em 1857, à época do entrudo, a Câmara de Vitória tomou medidas enérgicas contra tais indivíduos, mandando apreender os limões e as laranjas de cera, onde os menos escrupulosos colocavam urina em lugar de perfume, provocando com isso muitas arruaças, brigas sérias, tantos os alvejados com seus "jatos de mijo".

A Pereira Pinto, de casario pobre e vexatório, tal como as demais vielas que se amontoavam em derredor do antigo largo da Conceição, desapareceu mediante providências tomadas no governo de Nestor Gomes.

 

Fonte: Logradouros antigos de Vitória, 1999 – EDUFES, Secretaria Municipal de Cultura
Autor: Elmo Elton
Compilação: Walter de Aguiar Filho, novembro/2017

Bairros e Ruas

Praça D. Luiz Scortegagna (ex-largo da Matriz) - Por Elmo Elton

Praça D. Luiz Scortegagna (ex-largo da Matriz) - Por Elmo Elton

A Praça Dom Luiz Scortegagna, com a Catedral já inteiramente edificada, ostenta, agora, no centro, um lago artificial, foi asfaltada e arborizada

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Rua do Rosário – Por Elmo Elton

Recebeu este nome por estar localizada ao pé do morro onde, no século XVIII, foi construída a igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos

Ver Artigo
Praça do Imperador (ex-praça das Colunas) – Por Elmo Elton

Em 1860 toda a cidade de Vitória se engalanou para receber a visita de Sua Majestade o Imperador Pedro II

Ver Artigo
Parque Moscoso (ex-Campinho) - Por Elmo Elton

O aterro do Campinho, local primitivamente chamado Lapa do Mangal, área pantanosa, foi ativado, a partir de 3 de setembro de 1888, quando presidente da província o Dr. Henrique Ataíde Lobo Moscoso

Ver Artigo
De bonde com Grijó - Coisas dos tempos de vida pacata

Grandes circos passaram por nossa cidade, dentre eles o Olimecha, Stewanovisk, Irmãos Temperani, Piolim, Garcia, Liendo, Thiany, Grand Circo Americano e outros de menor porte

Ver Artigo
De bonde com Grijó - Santo Antônio

Passo pela Volta do Rabayole, nome atribuído a este local devido a uma família que era praticamente dona do lugar, além de ser uma família tradicional da ilha

Ver Artigo