Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Site Morro do Moreno é matéria do Jornal A GAZETA

O antes e o depois

Há 10 anos, o engenheiro civil Walter de Aguiar Filho decidiu abrir o baú – como ele mesmo denomina – das famílias mais tradicionais de Vila Velha. “Eu percebi que os arquivos familiares estavam desaparecendo. Então, comecei a procurar imagens com os moradores mais antigos”. Hoje, ele já reuniu mais de 300 fotos e disponibiliza os arquivos em um site. E a área com fotos é uma das mais acessadas, segundo o engenheiro. Comparando as imagens antigas com o cenário atual da cidade, Walter revela dois destaques. “O que mais chama atenção é o crescimento imobiliário da Praia da Costa. Mas o que também é curioso são as fotos da Praínha. Por incrível que pareça, o cenário continua bem parecido”. As imagens podem ser conferidas no www.morrodomoreno.com.br ou ainda na Casa da Memória, onde Walter é um dos membros.

 

Fonte: Jornal A GAZETA 06/03/2011
Compilação: Walter de Aguiar Filho 



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

Eu pisei onde o Imperador pisou

Eu pisei onde o Imperador pisou

O comparativo entre o passado e o presente me fez vir à mente o livro Viagem de Pedro II ao Espírito Santo de Levy Rocha, o que me motivou a preparar a matéria que se segue...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A pedra e o Penedo

Vocês vão ver Vitória. Tem um imenso morro de pedra, no meio da baía. Ele é mágico. Tentei jogar moedas. As moedas voltavam para o nosso bolso. Tempo bom - penso - moedas voltando aos bolsos

Ver Artigo
Deputados capixabas nas duas constituintes imperiais

Em 1823, tomou assento na Assembléia Constituinte brasileira, como representante capixaba, o Dr. Manuel Pinto Ribeiro Pereira de Sampaio, membro do Supremo Tribunal de Justiça, era nascido em Vitória

Ver Artigo
Zé Pretinho

Fica ali, exatamente na esquina da Aleixo Neto com a José Teixeira. Do lado de Santa Lúcia. Não tem placa que o identifique. Mas há quarenta anos toda a redondeza cohece o Zé Pretinho

Ver Artigo
E por falar em saudade

Tenho saudades do torrone, da Garoto, um tablete de docinho recoberto de chocolate e com recheio pastoso de castanha, amêndoa ou amendoim, já não me lembro mais. Só sei que era uma delícia e que guardava todas as minhas pequenas economias para comer um a casa quinze dias. Era a época do leite-mel, da pastilha forte, da groselha, do sorvete de coco verde do Michel, guloseimas,...

Ver Artigo
Origem do Carnaval no Brasil

Fomos influenciados inicialmente pelos portugueses da Ilha da Madeira, Açores e Cabo Verde, que trouxeram a brincadeira de loucas correrias. No Brasil, com a criação dos Trios Elétricos pelos baianos, uma nova caracteristica de carnaval se disseminou

Ver Artigo