Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Sociedade anos 60 – Por Hélio Dórea

Capa do Jornal O Diário, 09 de agosto de 1960

A semana que se inicia pertence completamente às Bandeirantes. Isto porque estarão comemorando o seu dia. Várias festividades marcarão o acontecimento. Amanhã, darei maiores detalhes sobre o acontecimento.

****

Andando bem os trabalhos de construção da ponte de Camburi, um grande sonho de muita gente e também um grande sonho de Vitória, que vê naquela praia o seu futuro.

****

Também o colunista amigo Adam Emil endossou a minha proposta de dar à piscina do Praia Tenis o nome “Álvaro Nogueira”. Dessa forma, além de um grande número de diretores e associados praianos, os colunistas sociais da cidade aderiram à proposta desta coluna: piscina “Álvaro Nogueira”.

****

Somente ontem estive com o amigo Antonio Afonso Diniz, aquela figura imprescindível de nossas movimentações sociais. O Diniz numa roda amiga cantava as coisas boas de Belacap. Como todos devem saber, ele e sua senhora estiveram gastando férias no Rio e Brasília.

****

As senhoras que compõem a comissão pró-construção do Instituto Educacional de crianças excepcionais. Darei detalhes depois, sobre as iniciativas das senhoras que em boa hora trabalham em benefício das crianças excepcionais.

****

Ainda em Belo Horizonte o Sr. Aníbal Moutinho, que preside a Sociedade Amigos da Praia da Costa. O programado bingo sucederá brevemente, com a maior movimentação: “Melhoramento surpresa”.

****

As Srtas. Regina Avancini e Margarida Silva estiveram na Bahia, representando as Bandeirantes numa concentração nacional. Regina voltou encantada com a “Boa Terra”, e por isso em breve retornará a visitar a terra do Rui e da Maria.

****

A partir do dia nove o Prof. Talmo Luiz Silva estará funcionando com um curso intensivo de latim e os interessados devem telefonar para 24-73.

****

Poucos dias para a monumental Festa dos “10 Brotos”, a festa da juventude capixaba. Mais de trinta brotos estarão na pista do “Álvares Cabral” em busca das estatuetas “O Broto”. Tudo acontecerá no dia 3 próximo.

****

Uma orquestra feminina, composta de senhoritas da sociedade campista, estará atuando no próximo dia 13 na pista do Clube Álvares Cabral. Tudo acontecerá em estado de “show”, pois o conjunto de Hélio Mendes estará acontecendo também.

****

No último dia três sucedeu em São José do Calçado uma movimentada festa, com a participação da orquestra Casino de Sevilha. Infelizmente o convite chegou atrasado. A orquestra em questão já se apresentou duas vezes no Clube Álvares Cabral e há muitos anos excursiona no Brasil. É uma boa orquestra para “show”.

****

Todos os domingos os leitores poderão ouvir um original programa pelas ondas da Rádio Vitória, precisamente às 11h30min. Trata-se de “Páginas Orientais”, um programa em homenagem à colônia sírio-libanesa do Espírito Santo.

****

Sábado próximo na pista do Praia Tenis Clube o Rotary Club estará comemorando o “Dia do Pai” reunindo os sócios e suas famílias. A festa está sendo organizada pela “Casa da Amizade”.

****

Ontem estreou nova idade a srta. Isanusis de Jesus. Uma recepção sucedeu na residência o acontecimento. Detalhes, amanhã.

****

Esteve visitando nossa redação o Sr. Oscar de Souza Carvalho, que dirige muito bem a fábrica “União Manufatora de Tecidos”.

****

Há alguns dias regressou de uma circulada pelo Rio, a Srta. Beatriz Drews Teixeira, que é uma simpatia de broto.

****

Um jantar amigo sucedeu outra noite na residência do casal Elcio Alvares, onde tomaram parte a Srta. Carmélia M. de Souza e o colunista. Uma união e tanto.

****

Em outubro se dará definitivamente a inauguração da piscina do Praia Tenis Clube. Desta forma teremos um verão dos mais movimentados.

****

Não se esquecem de ajudar as crianças excepcionais. É uma campanha que merece todo nosso apoio: construir o Instituto de Educação.

****

Por hoje é só, mas o Concurso “Rainha do Café”, vem ai com força total. Uma promoção desta coluna e “Tablóide Social”.

 

Fonte: Jornal O Diário – 09/08/1960 – Ano VI
Autor do texto: Hélio Dórea
Compilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2018

Imprensa

No fim, apenas dívidas – Por José Maria Ramos Gagno

No fim, apenas dívidas – Por José Maria Ramos Gagno

Era muito difícil manter o jornal. A tiragem no meu tempo chegava a uma média diária de cinco mil exemplares contra 10 mil exemplares de A Gazeta

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Sociedade anos 60 – Por Hélio Dórea

Andando bem os trabalhos de construção da ponte de Camburi, um grande sonho de muita gente

Ver Artigo
O grande exemplo de Jânio – Por Plínio Marchini

A análise que fez, por exemplo, da Previdência Social, é digna de figurar como uma plataforma do governo

Ver Artigo
Academia de Jornalismo – Por Rogério Medeiros

Cheguei nO DIÁRIO como fotógrafo dos cadernos do Edgard, que pagava mais do que ganhava o pessoal da redação

Ver Artigo
Mudança coletiva – Por Sérgio Egito

Eu disse ao Cariê que só voltava se fosse todo mundo comigo. Ele admitiu todo mundo. E eu voltei para A Gazeta. Era 1° de maio de 1975

Ver Artigo
Anos dourados – Por Hesio Pessali

Em 1970 eu troquei a sucursal da Veja, em Salvador (meu primeiro emprego) pelo trabalho de correspondente do Jornal do Brasil em Vitória

Ver Artigo