Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Terremoto em Vitória e em Vila Velha (Poesia) - Por Orminda Escobar Gomes

Convento da Penha

TERREMOTO

(EM VITÓRIA)

 

Agosto. Quase findo, o seu primeiro dia.

Dezoito século... Sim!... Sessenta e sete ou nove?!

Das lides descansando, a gente adormecia

Tranquila. De repente, acorda... pois se move

 

Em confusão medonha, aquilo que existia

No solo... “Temporal”?! Mas... não troveja ou chove...

Por que razão? “E o povo, em louca correria:

“Oh! Virgem Mãe dos homens!” brada. Se comove

 

A nossa intercessora. A calma volta... E assim

O pessoal, tremendo, o lar depressa alcança

A soluçar, rezando o “Mizerere”... Enfim...

 

Maravilhoso, o céu de estrelas recamado!

Silêncio sepulcral! Somente a brisa mansa

Embala, a ciciar, o matagal copado!

 

TERREMOTO

(EM VILA VELHA)

 

Dezoito... aquele século de aflições... terrível!

Corria tudo bem. Ao menos, na aparência,

Não poderia alguém supor que a existência

Houvesse de um perigo, assim, tão sério e horrível!

 

Lisboa num espasmo! Abalo imprevisível

Seus templos e edifícios fez ruir... Violência

Sem precedente, então. E a trágica influência

Sofrida foi num terço do planeta. Incrível!

 

No México, o Jorulo, levantou-se ousado!

Na Itália, da Calábria, o solo foi sulcado;

Explodindo o Vesúvio em fúria, em paroxismo!

 

Entanto, foi poupado nosso povo, em prece!

A Mãe da Penha, atende, ao filho que padece...

Impelindo, para a vaga, o tredo cataclismo!

 

Fonte: Lendas e Milagres no Estado do Espírito Santo (Poesias 1551-1950) – Prêmio Cidade da Vitória, 1951
Autora: Orminda Escobar Gomes
Compilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2021

Convento da Penha

Festa da Penha – Por Maria da Glória de Freitas Duarte

Festa da Penha – Por Maria da Glória de Freitas Duarte

A Festa tinha duas bandas de música locais, “Filofênica da Penha" e "Aliança Progressiva". Enquanto uma tocava no terraço do Convento, a outra funcionava em baixo, na cidade 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Fonte Milagrosa do Convento da Penha

Localizada no terraço inferior do Convento de Nossa Senhora da Penha

Ver Artigo
Visitas Ilustres no Convento da Penha - Frei Venâncio Willeke O. F. M.

Existem no arquivo do Convento da Penha cinco livros de visitas. O primeiro traz a data de 1849. Foi aberto pelo então guardião Frei Vitorino de Santa Felicidade

Ver Artigo
O Saque Holandês – Por Norbertino Bahiense

Conta ainda Frei Basílio, citando Jaboatão, que "um dos holandeses tentou tirar o anel precioso do dedo de Nossa Senhora

Ver Artigo
O Convento da Penha – Por Maria Stella de Novaes

Peregrino, contempla o augusto monumento  da terra capixaba. Ali, vive a rezar, em hosanas de glória, ou rudez do tormento, o coração de um povo!

Ver Artigo
Visão dos Holandeses (Poesia) - Por Orminda Escobar Gomes

De além se divisava a linda capelinha, /Erguida sobre a rocha. Esplêndida moldura /O céu azul turquesa... Excêntrica, a estrutura /Do monte-matagal a florescer... Na linha

Ver Artigo