Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Tipos Populares e Tipos Impopulares de Vitória

Otinho e Violão tipos populares de Vitória 1957

É bem verdade que até os tipos mais impopulares são populares. Mas não foi bem a isso que quis me referir. Quero dizer que há párias de suave educação diplomática , que conhecem todo mundo, que se entendem com todos e que com todos arranjam a vida; enquanto que outros há, também, que jamais querem se aproximar de um ser humano e que seu traço de união com a humanidade é uma mão estendida, à espera de um auxílio qualquer.

Há uma imensa coleção de tipos populares em Vitória, que qualquer um pode se aproximar, conversar, saber de suas mágoas e de seus problemas: Oto, Meio-Fio, Odilon, Boião (ou Canguru), Buck (ou Nero), Pau-de-Arara, Violão, Samuel, o agitador, e mais alguns outros que não me ocorrem no momento.

A sociedade noturna, que se espalha pelos raríssimos bares e cafés da cidade, não lhes é hostil. Ao contrário. Chama-os a suas mesas, dá-lhes café, cerveja, pão e dinheiro, ou então para divertir-se, ferra com eles terrível discussão (quase sempre política...). E a noite passa, o tempo passa, todo mundo vai para as suas casas, os tipos, porém, permanecem, esperando a madrugada, rondando os mercados, os olhos pesados de sono, o corpo vergando sob o cansaço até que a exaustão os venha jogar num canto de porta, ou os estire numa calçada ou banco de jardim.

 

 

Texto de Moreira Cacciari
Revista Vida Capichaba, janeiro de 1957
Foto: Pedro Fonseca
Pesquisa e Compilação: Walter de Aguiar Filho, mar/2011

Curiosidades

E Agora, José? Para Onde Marataízes Vai? - Por Ronald Mignone

E Agora, José? Para Onde Marataízes Vai? - Por Ronald Mignone

O Iate Clube de Marataízes era palco de shows memoráveis, com bandas e artistas de sucesso lá se apresentando, sempre com casa cheia e certeza de diversão garantida

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A Origem da palavra Capichaba

incontestavelmente, o diagrama CH se pronuncia em alguns idiomas como se fosse — X —; porém, para o nosso caso, a grafia Capichaba com CH

Ver Artigo
Nós os capixabas - Por José Carlos de Oliveira

O cantor Roberto Carlos é um típico rapaz do Espírito Santo. Tímido, romântico, eternamente criança, desperta nas crianças um sentimento maternal

Ver Artigo
A Iluminação de Vitória no Século XIX – Por Elmo Elton

A iluminação pública a eletricidade foi inaugurada, em Vitória, a 25 de setembro de 1909

Ver Artigo
Regatas de Santa Catarina

O ponto de saída do páreo era na Pedra dos Ovos e o de chegada no Cais do Santíssimo onde, bem mais tarde, se construiu o Teatro Glória

Ver Artigo
Setor Informal (1985): O mata-borrão da Economia

Este papel, que o setor informal desempenha é muito lógico, visto sua estreita relação com o resto da economia

Ver Artigo