Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Torta Capixaba – Prefácio do Livro

Nestor Cinelli e a família

Convidado por Nestor Cinelli, eficiente administrador da Livraria Âncora, para orientar a editora que, ele está entregando ao povo capixaba, bateu-me logo aquela doença crônica em mim, do entusiasmo pelo livro, o que me faz ver sempre editoras em funcionamento, prósperas e vivas, como Fernão Dias Paes Leme no seu delírio de ver as esmeraldas

Se o meu amor pelo livro é um pouco delirante, a certeza do sucesso dessa editora da Livraria Âncora, em Vitória, me aparece claro e taxativo. Acho em princípio que o próprio Nestor Cinelle, este homem de fatos e empreendimentos, seria mais do que suficiente neste trabalho de orientação que gentilmente me solicitou. Mas ele não quis trabalhar sizinho, resolveu articular este contato que por um lado amplia de início o raio de ação da editora, veio inquietar o bibliógrafo exilado no Rio de Janeiro, vinculou-o ainda uma vez à sua terra, e eis-me aqui, já trabalhando de coração e pensamento, pela maior glória desta catequese de cultura ora iniciada.

No momento em que se passa por uma nítida crise nacional, nada mais justo que preparar o povo para o amor à sua terra, para a compreensão do seu destino e a grandeza do seu futuro. Por isto tudo uma nova editora como esta da Livraria Âncora, fundada no lugar oportuno, ancorada nas águas mais piscosas, e com um programa lúcido, vem tomar de assalto o meu interesse, vem me fazer soldado de um exército inteiro.

As coleções programadas dão bem uma noção do trabalho orientado: uma coleção de assuntos capixabas, uma coleção de traduções de livros internacionais, uma coleção de livros didáticos, uma biblioteca das obras dos grandes viajantes que visitaram o Espírito Santo. Só nos resta agora apelar para o povo do Espírito Santo,, para que nos dê a mão e nos empreste seus olhos atentos, assim atingiremos o seu espírito nesta luta de frutos fartos e vitórias sem mancha. Uma luta só de vitoriosos, com o livri e pelo livro.

 

Autor do Prefácio: Antônio Simões dos Reis
Fonte: Torta Capixaba - Editora Âncora S.A., Vitória - Espírito Santo1962
Local da Pesquisa: Casa da Memória de Vila Velha
Compilação e Pesquisa: Walter de Aguiar Filho, agosto/2011 - membro do IHGES, da ALHC e Casa da Memória

Matérias Especiais

O Acordeom de Edson Quintaes

O Acordeom de Edson Quintaes

Sempre sonhei em tocar acordeom, quando fiz 15 anos comecei a tocar em vários lugares.

Em todas festas juninas eu era chamado para animar tocando nas "quadrilhas"...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Comparações e fatos alusivos a Proclamação da República

Discurso proferido por Robero Brochado Abreu, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha - Casa da Memória, durante as comemorações da Proclamação da República

Ver Artigo
Praça Costa Pereira ou Independência?

Certa vez, de passagem pela Capital, um estrangeiro queixava-se: - A língua capixaba é muito difícil: escreve Costa Pereira e pronuncia-se Independência!

Ver Artigo
Ofícios reservados do príncipe regente D. Pedro I, 1822

Tenha sempre em vista como requisito essencial e objeto em que interessa à causa pública deste reino o exame e conhecimento dos sentimentos dos pretendentes

Ver Artigo
Vale do Mulembá

O Vale do Mulembá fica no bairro Joana D’arc, em Vitória, entre a Pedreira Rio Doce e o loteamento São José. O acesso é pela Rodovia Serafim Derenzi

Ver Artigo
Escolhendo panelas capixabas

Algumas panelas de barro produzidas no Espírito Santo estão ficando grossas, com queima incompleta e perdendo a cor negra profunda, tão característica. Isto se deve a fatores que pretendemos apontar

Ver Artigo